De um lado o mapa de Portugal, do outro o da Austrália, com informações sobre os dois países e, no fim, Portugal sai muito mal da comparação. É assim uma infografia que circula desde pelo menos 2014 no Facebook e voltou a ser partilhada em novembro e dezembro de 2019. Há informações sobre população, território e índice de desenvolvimento humano que até não andam longe da realidade, mas a publicação — partilhada centenas de vezes no Facebook — pretende alertar para a disparidade de deputados entre Portugal e a Austrália. Diz a infografia que, tendo metade da população, Portugal tem 230 deputados e a Austrália 150. Ora, é falso que a Austrália tenha menos 80 deputados do que Portugal.

Começando pela população, não há aqui qualquer mentira. Diz o gráfico que Portugal tem 10 milhões de habitantes e a Austrália 22 milhões. Segundo os  censos de 2011, Portugal tinha 10,56 milhões de habitantes, mas o site Pordata aponta que tenham caído para os 10,28 milhões em 2018. É, por isso, correto que Portugal tem cerca de 10 milhões de habitantes. Quanto à Austrália, o número aproximado também não representa uma falha gritante, já que, no censos de 2016, o país registou 23,4 milhões de habitantes e as autoridades estimam que a população está nos 25 milhões. A conclusão a que o autor do gráfico quer chegar, de que a Austrália tem o dobro da população portuguesa, está correta (até é mais do dobro atualmente).

Quanto ao território, o gráfico diz que Portugal tem 92.000 m2 quadrados de dimensão, o que só não está factualmente correto porque falta um “k”. Não são metros quadrados, são quilómetros quadrados. Mas a ordem de grandeza está correta. A Direção-Geral do Território contabiliza 92.225,6 km2. Quanto à Austrália passa-se o mesmo. Falta um “k” no gráfico. O país tem com precisão, segundo o World Fact Book da agência norte-americana CIA, 7.741.220 km2. Trata-se do sexto maior país do mundo em território. A conclusão do autor do gráfico, de que a Austrália tem um território 83 vezes maior também se aproxima da realidade. Até é 84 vezes maior. No entanto, apenas uma pequena percentagem desse território é habitado. O tamanho do território não é tão relevante como a população para a definição do número de deputados.

Relativamente à posição no Índice de Desenvolvimento Humano (IDH), também é claro que a Austrália está no topo da lista e Portugal bastante mais abaixo. No entanto, a diferença é ligeiramente menor do que a enunciada. A Austrália está atualmente (relatório de 2019) em 6.º lugar no IDH (em 2014, quando o gráfico começou a circular estava de facto em 2.º lugar) e Portugal em 40.º lugar (no gráfico está em 41.º e em 2014 estava em 43.º). No entanto, ambos integram a lista de 62 países com Índice de Desenvolvimento Humano “muito elevado”.

As diferenças de dimensão em termos populacionais, de território e de Índice de Desenvolvimento Humano enunciadas no gráfico, salvo alguns detalhes, aproximam-se da realidade. O problema está na conclusão, a de que, sendo um país de muito maior dimensão, a Austrália tem menos 80 deputados do que Portugal. Isso é errado.

É verdade que Portugal tem 230 deputados, mas é falso que a Austrália só tenha 150. O Parlamento australiano é bicameral e divide-se em Câmara dos Representantes e Senado. Ora, a câmara dos representantes tem de facto 151 deputados, mas a esses têm de se juntar mais 76 membros do Senado. Isso faz com que, no Parlamento federal, a Austrália tenha um total de 227 deputados e não 150.

É certo que 227 membros das duas câmaras ainda são menos três do que os 230 da Assembleia da República. Porém, a Austrália tem Parlamentos distribuídos por seis Estados:

  • O Parlamento do Estado de Nova Gales do Sul é bicameral e tem 135 membros (93 deputados da Assembleia Legislativa e 42 do Conselho Legislativo);
  • O Parlamento do Estado de Victoria é bicameral e tem 128 membros (88 deputados da Assembleia Legislativa e 40 do Conselho Legislativo);
  •  O Parlamento do Estado da Austrália Ocidental é bicameral e tem 95 membros (59 deputados da Assembleia Legislativa e 36 do Conselho Legislativo);
  • O Parlamento do Estado de Queensland só tem uma câmara com 93 deputados;
  • O Parlamento do Estado da Austrália do Sul é bicameral e tem 69 membros (47 deputados da Assembleia Legislativa, 22 do Conselho Legislativo);
  • O Parlamento do Estado da Tasmânia é bicameral e tem 40 membros (25 da Assembleia Legislativa e 15 do Conselho Legislativo).

Além disso, a Austrália tem ainda dois territórios na Austrália continental com governos próprios, que têm os seus próprios parlamentos:

  • O Parlamento do Território do Norte tem 25 deputados;
  • O Parlamento do Território da Capital Australiana tem 25 deputados.

Nestes seis estados e dois territórios, existem mais 610 membros do Parlamento, aos quais se podiam ainda juntar os nove deputados do Parlamento do território externo da Ilha de Norkfolk. Mas aí, para se fazer uma comparação justa com Portugal, tinha de se incluir os parlamentos regionais da Madeira e Açores.

A divisão administrativa australiana é complexa, mas mesmo  só tendo em conta o Parlamento federal, os seis Estados e os dois territórios da Austrália continental a Austrália (excluindo a Ilha de Norfolk) tem um total de 837 deputados (alguns são senadores, da câmara alta).

Ainda assim, isso não tem impedido que a mentira tenha sido espalhada, embora por vezes a infografia apresentada tenha uma estética diferente.

Em novembro de 2018, o texto foi partilhado com mapas diferentes. Mentira é a mesma

Conclusão

É falso que a Austrália tenha menos 80 deputados do que Portugal. Na verdade, o Parlamento nacional australiano tem duas câmaras que contabilizam 227 membros (e não 150 como circula no gráfico partilhado centenas de vezes nos últimos anos). É verdade que isso faz com que as duas câmaras do Parlamento australiano tenham ainda menos três deputados do que Portugal, mas é preciso referir que existem mais oito Parlamentos espalhados pelo país, que têm 610 membros, o que faz com que o país tenha 837 deputados. Muito mais do que os 230 de Portugal.

Assim, segundo o sistema de classificação do Observador este conteúdo é:

Errado

Segundo o sistema de classificação do Facebook este conteúdo é:

FALSO: as principais alegações do conteúdo são factualmente imprecisas. Geralmente, esta opção corresponde às classificações “falso” ou “maioritariamente falso” nos sites de verificadores de factos.

Nota: este conteúdo foi selecionado pelo Observador no âmbito de uma parceria de fact checking com o Facebook.

IFCN Badge