Logo Observador
Volvo Ocean Race

Ainda há veleiros por Lisboa. Mas só até domingo

O público tem acorrido à doca de Pedrouços, Algés, para ver as "máquinas" de uma das mais importantes provas de vela do mundo. Deixamos-lhes as fotografias do dia.

Os veleiros da Volvo Ocean Race ainda podem ser vistos por Lisboa, mais concretamente à beira rio, na doca de Pedrouços, em Algés. A capital foi a meta da sétima etapa da regata, que teve início em Newport, nos Estados Unidos. A equipa da Brunel foi a primeira a chegar, cumprindo a distância de 2800 milhas náuticas em cerca de nove dias e onze horas.

Esta quarta-feira também se soube que o júri da Federação Internacional de Vela (ISAF) sancionou os veleiros Dongfeng, que era vice-líder da prova, e Mapfre com um ponto de penalização, e o SCA, feminino, com dois, por infracções na etapa.

Até 7 de junho, dia da partida para a próxima etapa, a oitava, entre Lisboa e Lorient, os veleiros vão velejar por Pedroços, mas somente para realizar breves reparações, e afinar tudo para as 647 milhas náuticas que vão percorrer até França.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: tpalma@observador.pt
Homossexualidade

Hereges e beatas

Luis Carvalho Rodrigues

Eu percebo que gente como a deputada Isabel Moreira não faça a mínima ideia do que é uma “verdade científica” sobre a homossexualidade. Mas já custa ver a professora Ana Matos Pires repetir a tolice.

Sociedade

Esquerda e instrumentalização da homossexualidade

João Marques de Almeida

Os liberais devem defender os direitos dos homossexuais e lutar, contra os ataques das esquerdas radicais, por uma sociedade assente na família tradicional. A maioria dos portugueses terá esta posição