Logo Observador
Testes

Consegue resolver um teste de História de 1968 para a 4ª classe?

905

Reis e tratados, cognomes e casamentos, Descobrimentos e conquistas. Consegue resolver um teste de História com quase cinquenta anos? Sente-se numa sala de aula de outros tempos e descubra.

Wikimedia Commons

As salas de aula estavam forradas com fotos de Salazar e Portugal regia-se pelos três pilares: Deus, Pátria e Família. Junto do quadro de xisto, ou ao pé da secretária onde muitos professores mantinham a temida “menina dos cinco olhos”, havia uma cruz de Cristo. Era assim uma sala de aula típica dos tempos da Ditadura. Em dias de exame, rapazes e raparigas calçavam os melhores sapatos, punham camisas bem passadas a ferro e exibiam meias novas aos colegas.

Já lá vão quase quarenta e três anos desde que o regime ditatorial foi derrubado. Mas tem circulado na Internet, onde o passado persiste e o presente se vai criando, um teste de História de 1968 cheio de questões sobre a monarquia em Portugal que foi entregue à 4ª classe. Fala de tratados e de bulas, de reis e de casamentos, de leis e de conquistas.

Será que agora, quase cinquenta anos depois da criação desse teste, ainda sabemos responder àquelas perguntas?

Descubra aqui em baixo.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: mlferreira@observador.pt
Mortalidade

Suicídios

Fernando Leal da Costa

Passos Coelho fez mal e já pediu desculpa. Talvez este infeliz deslize sirva para que os políticos, jornaleiros e jornalistas passem a ter mais cuidado e respeito quando comentarem mortes ou suicídios

iPhone

Quem disse que apontar o dedo é feio?

Pedro Aniceto

Em 2007 Steve Jobs desdisse toda a gente e matou, com um só golpe, a indústria de canetas de plástico. E alguns egos, demonstrando que a indústria de paradigmas é um mercado instável que pode ferver.

Fogo de Pedrógão Grande

“Para inglês ver”

Paulo Tunhas

Quando toda a energia do Governo é em última análise canalizada para a manutenção do seu apoio, é fatal que o Estado se degrade e a pouco e pouco, se fragmente, se transforme em algo para inglês ver.