Logo Observador
Venezuela

Venezuela: Presidente dos EUA fala com homólogo do Peru sobre crise no país

O Presidente dos Estados Unidos telefonou no sábado ao Presidente do Peru, Pedro Pablo Kuczynski, para abordar como "fazer frente à deterioração da crise política e económica na Venezuela".

CRISTIAN HERNANDEZ/EPA

O Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, telefonou no sábado ao Presidente do Peru, Pedro Pablo Kuczynski, para abordar como “fazer frente à deterioração da crise política e económica na Venezuela”.

Trump sublinhou que os Estados Unidos “vão trabalhar juntamente com o Peru com vista a melhorar as instituições democráticas e ajudar o povo da Venezuela”, informou a Ccasa Branca em comunicado.

A Venezuela vive uma crise política e económica, com mais de um mês de protestos nas ruas, tanto de chavistas como de antigovernamentais, os quais já resultaram em 27 mortos e mais de 700 feridos.

O Governo de Trump não descarta a possibilidade de aumentar as sanções impostas pela administração de Barack Obama contra alguns membros do Governo de Maduro, enquanto no Senado norte-americano já foi apresentada uma nova legislação para aumentar as referidas sanções e ampliar as formas de atuação sobre a situação da Venezuela.

Além disso, o presidente peruano, por sua vez, manifestou o agradecimento ao governo norte-americano pela “rápida assistência humanitária do Presidente Trump, em resposta às devastadoras inundações no Peru”, ocorridas nos últimos meses, informou o comunicado.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt
Venezuela

O drama da comunidade portuguesa na Venezuela

Daniel Bastos

A falta de segurança e o caminho que a Venezuela parece seguir rumo ao abismo estão a levar muitos emigrantes a regressarem para Portugal, sendo já notório que há cada vez mais a voltarem à Madeira.

Governo

Dar-se ao respeito

Alexandre Homem Cristo

É arrasadora a indiferença dos partidos aos critérios éticos. Mas alguém se importa? O facto de as recentes eleições de Ricardo Rodrigues e António Gameiro mal terem sido notícia é esclarecedor.