Logo Observador
Itália

Itália. Derrocada de prédio faz dois feridos, 8 pessoas podem estar soterradas

Parte de um prédio com cinco andares caiu esta sexta-feira perto da cidade italiana de Nápoles, no sul do país, e feriu dois bombeiros. As autoridades acreditam que podem estar 8 pessoas soterradas.

Imagens mostram a estrutura do prédio parcialmente derrubada

CIRO FUSCO/EPA

Parte de um prédio com cinco andares caiu na manhã desta sexta-feira perto da cidade italiana de Nápoles, no sul do país, e as autoridades estão à procura de eventuais pessoas soterradas nos escombros. O acidente já feriu dois bombeiros, confirmaram as autoridades locais.

“As buscas prosseguem pelo local”, pode ler-se. Bombeiros estimam que oito pessoas estejam soterradas nos escombros na localidade à beira-mar de Torre Annunziata, incluindo duas crianças, a cerca de quatro quilómetros da zona arqueológica de Pompeia (sul de Itália). O acidente ocorreu às 5h20. As autoridades locais indicaram, no Twitter, poder tratar-se de duas famílias. O número de desaparecidos subiu para oito no início desta tarde, noticia o La Reppublica.

A agência de notícias italiana ANSA citou testemunhas que disseram que não houve nenhuma explosão antes da queda do prédio, mas que um comboio tinha passado nas imediações em carris adjacentes. Imagens mostram a estrutura do prédio parcialmente derrubada, revelando o interior de alguns apartamentos.

Estão 70 profissionais nas buscas por sobreviventes. As equipas de resgate estavam a remover os escombros à mão, passando-os para fora em baldes, enquanto os bombeiros em escadas verificavam a estabilidade da parte do edifício que se mantinha intacta. Notícias publicadas em alguns meios de comunicação dão conta que estavam a ser realizadas obras de reconstrução no edifício.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt
Minorias

O machismo militante da histeria anti xenofobia

Maria João Marques

Os que gritam xenofobia perante a mais leve crítica a certas comunidades onde os maus tratos a mulheres são inerentes à cultura que tanto defendem, fizeram a sua escolha: apoiar a opressão de mulheres

Justiça

Sexo forçado no tribunal

Luís Aguiar-Conraria

Não sei que idade têm os juízes, nem a juíza que votou favoravelmente este acórdão, mas, seja qual for a sua idade, envergonharam Portugal que foi, mais uma vez, e muito bem, condenado pelo TEDH.