Presidente Marcelo

Presidente da República elogia autarcas, populações e bombeiros

146

Na reta final da visita aos 14 concelhos atingidos pelos incêndios da passada semana, Marcelo Rebelo de Sousa elogiou, em Penacova, o trabalho de bombeiros e suas famílias, autarcas e populações.

PAULO NOVAIS/LUSA

O Presidente da República aplaudiu este domingo em Penacova o trabalho dos bombeiros, das suas famílias e ainda dos autarcas e das populações, que considerou determinantes no combate aos incêndios e no trabalho após esses acontecimentos.

Na Câmara de Penacova, distrito de Coimbra, Marcelo Rebelo de Sousa falou também numa “luta desigual com o fogo” e salientou que, hoje, “ser autarca é uma grande responsabilidade”.

O Chefe de Estado, que está a terminar uma visita a 14 concelhos atingidos pelos incêndios que assolaram o centro e norte do país no passado dia 15, e nos quais morreram 44 pessoas, recordou que já foi autarca por três vezes.

“Ser autarca faz a diferença todos os dias e em tempos de tragédia isso é ainda mais verdade”, disse.

Depois dos Paços do Concelho, Marcelo Rebelo de Sousa visitou os Bombeiros Voluntários e, aí, além de elogiar os bombeiros, destacou também os familiares destes.

O Presidente falou ainda da solidariedade de gente de fora deste território — assistiu a doações de Tomar, Figueira da Foz e da margem sul do rio Tejo, por exemplo — e realçou que esse apoio foi sempre recebido com “humildade e gratidão”.

Além disso, Marcelo salientou ter visto nos centros de doações vários materiais, como livros, brinquedos e materiais escolares, nomeadamente em Midões, Tábua.

O presidente da Câmara de Penacova, Humberto Oliveira, lamentou as cinco mortes registadas no concelho e falou num “incêndio de violência extrema e incontrolável”.

“Só cá estavam os nossos bombeiros”.

O autarca disse ainda que 41 primeiras habitações foram atingidas, 16 de forma total.

Foram também afetados 255 postos de trabalhos, embora não estejam perdidos.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt

Só mais um passo

Ligue-se agora via

Facebook Google

Não publicamos nada no seu perfil sem a sua autorização. Ao registar-se está a aceitar os Termos e Condições e a Política de Privacidade.

E tenha acesso a

  • Comentários - Dê a sua opinião e participe nos debates
  • Alertas - Siga os tópicos, autores e programas que quer acompanhar
  • Guardados - Guarde os artigos para ler mais tarde, sincronizado com a app
  • Histórico - Lista cronológica dos artigos que leu unificada entre app e site