Chefs

Tribute to Claudia: o fim de uma era na gastronomia em Portugal

À 10.ª edição, o festival de 'fine dining' do Vila Joya, em Albufeira, chega ao fim. Entre os dias 10 e 12 de Novembro são servidos os últimos pratos.

Hotel Vila Joya e chef Dieter Koschina: qualquer gourmet ou cozinheiro português não hesitará em concordar que o fine dining em Portugal começou a crescer graças a estes dois nomes. O festival gastronómico “Tribute to Claudia” é uma das criações mais importantes desta dupla e esta sexta-feira, 10 de novembro, começa a sua 10.ª edição (durará até domingo,12). Um pormenor importante: esta será a última vez que este festival se realiza.

O elenco deste ano foi criado com base numa ideia: juntar os chefs que mais proximidade têm com o chef Koschina. No primeiro dia, sexta, o jantar ficará a cargo do histórico chef Eckart Witzigmann e o seu discípulo chef Martin Klein. A eles juntam-se ainda os chefs Jörg Wörther, Tanja Grandits, Michel van der Kroft e Mario Lohninger,

Na refeição de sábado, 11, os maestros vão ser o chef Heinz Reitbauer, Jacob Jan Boerma (que ainda no passado fim-de-semana esteve no Algarve, a cozinhar no Conrad Culinary Extravaganza), o galego Fernando Agrasar, Andrea Berton, Nigel Haworth, Julia Komp e Paul Ivić (que há duas semanas cozinhou no mesmo Vila Joya, a propósito da Rota das Estrelas).

No domingo, dia 12, pratos e talheres mudam de poiso e rumam à praia — que fica literalmente à porta do hotel — para um almoço especial e, segundo a organização, “cheio de surpresas”. Os chefs Peter Knogl, Jens Rittmeyer, Juan Amador, Jacob Jan Boerma, Martin Fauster, Stefan Heilemann, Sven Elverfeld e Peter Hagen serão os responsáveis pela refeição.

O Tribute to Claudia foi criado em 2007 “por duas razões muito especiais”, explica Joy Jung. Primeiro foi para celebrar o 25.º aniversário da unidade hoteleira e depois para homenagear Claudia Jung, mãe de Joy e fundadora do Vila Joya. “[Claudia] foi pioneira neste conceito de boutique hotel combinado com alta gastronomia desde 1982”, explica a gestora.

Escusado será de dizer que em todos os casos o chef Dieter Koschina marcará presença.

A família germânica foi, portanto, a primeira a organizar um festival gastronómico em Portugal com grandes chefs estrangeiros. “Foram 10 anos sempre a pensar no que apelidamos de Food CrEATivity, espírito que perdurará no nosso ADN de forma a continuarmos a proporcionar inesquecíveis e incríveis momentos de gastronomia. Neste momento sentimos que o conceito de festival de gastronomia tem que ser repensado, pois muitos dos eventos existentes são demasiado comerciais e similares. Como tal, achamos que o 10.º aniversário é altura ideal para dizer “au revoir” ao conceito do Tribute to Claudia ao qual dedicamos tanto amor e que obteve tanto sucesso a nível nacional e Internacional, tanto com os nossos clientes bem como com os grandes chefs que por aqui passaram.” diz Joy num comunicado enviado à imprensa.

O Tribute to Claudia foi concebido em 2007 para prestar uma homenagem a Claudia Jung, que inspirou de inúmeras formas o Vila Joya e a sua filha Joy, o Chef Dieter Koschina e a cultura gastronómica portuguesa. Desde então, o meio gastronómico português evoluiu enormemente, culminando com o reconhecimento internacional de 21 restaurantes com estrelas Michelin em 2016.

Os preços dos jantares — que pode consultar na totalidade aqui — oscilam entre os 350€ e os 5 130€ (se incluir estadia).

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: dlopes@observador.pt

Só mais um passo

Ligue-se agora via

Facebook Google

Não publicamos nada no seu perfil sem a sua autorização. Ao registar-se está a aceitar os Termos e Condições e a Política de Privacidade.

E tenha acesso a

  • Comentários - Dê a sua opinião e participe nos debates
  • Alertas - Siga os tópicos, autores e programas que quer acompanhar
  • Guardados - Guarde os artigos para ler mais tarde, sincronizado com a app
  • Histórico - Lista cronológica dos artigos que leu unificada entre app e site