Estados Unidos da América

Comité do Senado aprova Jerome Powell para a presidência da Reserva Federal

O comité bancário do Senado dos Estados Unidos aprovou o republicano para a presidência da Reserva Federal. Vai suceder a Janet Yallen em fevereiro de 2018.

MICHAEL REYNOLDS/EPA

O comité bancário do Senado dos Estados Unidos aprovou esta terça-feira o republicano Jerome Powell para a presidência da Reserva Federal norte-americana, que deverá suceder a Janet Yallen em fevereiro de 2018.

Powell reuniu o apoio de todo o comité bancário, à exceção da democrata Elizabeth Warren.

Citada pela Agência Associated Press, a democrata disse que não poderia apoiar Powell uma vez que receava que este se unisse à administração de Donald Trump para travar o ‘Dodd-Frank Act’, aprovado em 2010 para fortalecer a regulamentação do setor bancário dos Estados Unidos.

Conforme indica a mesma fonte, a nomeação segue agora para o plenário do Senado, onde é espectável que o republicano “receba facilmente uma aprovação”.

No início de novembro, o Presidente norte-americano, Donald Trump, nomeou para o cargo o republicano Jerome Powell, atual dirigente da Fed.

Aquando da nomeação, Jerome Powell comprometeu-se a “tomar decisões com objetividade […] na longa tradição de independência da política monetária”.

“Se a minha nomeação for confirmada pelo Senado, farei tudo o que estiver ao meu alcance para atingir os objetivos de uma estabilidade de preços e de um emprego máximo”, assegurou.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt

Só mais um passo

Ligue-se agora via

Facebook Google

Não publicamos nada no seu perfil sem a sua autorização. Ao registar-se está a aceitar os Termos e Condições e a Política de Privacidade.

E tenha acesso a

  • Comentários - Dê a sua opinião e participe nos debates
  • Alertas - Siga os tópicos, autores e programas que quer acompanhar
  • Guardados - Guarde os artigos para ler mais tarde, sincronizado com a app
  • Histórico - Lista cronológica dos artigos que leu unificada entre app e site