Explicador

PSOE sem líder. PP cauteloso à espera dos socialistas. E governo?

Outubro 201605 Outubro 2016
Milton Cappelletti

E como anda a saúde da economia espanhola sem governo?

Pergunta 10 de 10

O Banco de Espanha prevê que este ano o PIB cresça 3,2%, o mesmo valor obtido em 2015. O valor supera a expectativa da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Económico (OCDE) e do Fundo Monetário Internacional (FMI), que acreditam que o PIB do país apenas vai aumentar 2,8% e 2,6%, respetivamente.

Para 2017, a entidade espera uma desaceleração maior do PIB, que deverá subir 2,3%. Para o FMI, o valor deve ficar em 2,1%. Para a OCDE, em 2,3%.

De acordo com dados do Ministério do Emprego e Segurança Social, publicados esta terça-feira, havia 3.720.297 desempregados em Espanha em setembro, o menor número para o mês de setembro desde 2009. No entanto, em julho, a OCDE registou uma taxa de desemprego de 19,6% da população ativa – o segundo maior valor entre os países que pertencem à organização. O Banco de Espanha prevê que em 2016 o desemprego chegue aos 19,8% e aos 18,3% em 2017.

Já a dívida pública espanhola chegou a 100,5% do PIB no segundo trimestre do ano, segundo valores divulgados pelo Banco de Espanha. Na altura do anúncio, o jornal La Vanguardia observou que esta foi a terceira vez na história que o valor superou a marca dos 100%, desde que a instituição começou a analisar este valor, em 1995.

Só mais um passo

Ligue-se agora via

Facebook Google

Não publicamos nada no seu perfil sem a sua autorização. Ao registar-se está a aceitar os Termos e Condições e a Política de Privacidade.

E tenha acesso a

  • Comentários - Dê a sua opinião e participe nos debates
  • Alertas - Siga os tópicos, autores e programas que quer acompanhar
  • Guardados - Guarde os artigos para ler mais tarde, sincronizado com a app
  • Histórico - Lista cronológica dos artigos que leu unificada entre app e site