Tem acesso livre a todos os artigos do Observador por ser nosso assinante.

Lionel Messi colocou esta segunda-feira a hipótese de abandonar o Barcelona, único clube que representou a nível profissional. Aos 26 anos, o argentino deseja permanecer no Barça, sim, mas ressalvou que caso “não sinta o mesmo carinho” da parte dos adeptos, “procurará uma solução” pois vai “sempre querer o melhor para o clube”.

O anúncio – que chegou por via da conta oficial de Messi no Tencent Weibo, o equivalente chinês ao Twitter – surge dois dias após o Barça ver o Atlético de Madrid roubar-lhe a liga espanhola em casa. No sábado, o Camp Nou encheu-se para ver o jogo do título: só uma vitória dava o título de campeão ao clube catalão e os colchoneros apenas precisavam de um empate. Foi o que aconteceu (1-1).

E nesse dia, o Camp Nou despediu-se da equipa e de Messi com assobios quando os jogadores abandonaram o relvado rumo aos balneários, escreveu o diário Marca. “Estou muito feliz por continuar na minha casa, como sempre disse. É a gente de Barcelona que decide o meu futuro mas a minha intenção é continuar”, garantiu o argentino.

Messi ainda pediu desculpas pela época que tanto ele, como o Barça, realizaram. “Peço perdão a todo o barcelonismo e prometo que, na próxima época, voltaremos a estar à altura deste clube e a conseguir coisas importantes”, revelou. O mea culpa do argentino veio no final de uma temporada em que marcou 41 golos em 44 partidas oficiais, com 14 assistências pelo meio.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR