A filha de Bruce Willis e Demi Moore foi banida do Instagram por colocar uma fotografia de uma camisola que desenhou onde aparecem duas mulheres em topless. Scout Willis não tardou a reagir e decidiu lançar um boicote ao site. A atriz defende o “nu artístico” e critica fortemente as políticas de imagem dos sites e redes sociais que proíbem a nudez.

Mas Scout Willis, de 22 anos, quis mostrar a sua discórdia de uma forma mais direta. Como? Fazendo topless pelas ruas de Nova Iorque. Scout Willis usou a hashtag #FreeTheNipple (Libertem o mamilo) no Twitter e escreveu, a acompanhar a imagem, a frase “Legal na cidade de Nova Iorque, mas não no Instagram”, referindo-se à prática do topless.

Scout Willis questiona a coerência daquela rede social, por permitir fotografias de mulheres sem peito, após terem sofrido de cancro da mama, e não permitir fotografias de topless ou de mães a amamentar. Na semana passada, ficou conhecido o caso de uma mãe canadiana que colocou uma foto a amamentar a filha e viu a conta ser banida.

O Instagram devolveu a conta à atriz, agora sem as imagens “que vão contra a nossa política”, referiram, numa mensagem enviada à própria.

Nos termos daquela rede social pode ler-se: “Não pode colocar fotografias que remetam para a violência, nudez total ou nudez parcial, discriminação, ódio, pornografia ou fotografias com uma conotação sexual.”