A ministra das Finanças, Maria Luís Albuquerque, afirmou hoje que Portugal não pode continuar a depender demasiado dos mercados financeiros, considerando que atualmente os investidores estão numa fase mais clemente, mas que as coisas podem mudar.

“Não podemos depender demasiado dos mercados financeiros. Eles podem estar numa fase mais clemente, mas se as coisas mudarem, rapidamente voltam a cobrar”, afirmou a ministra das Finanças em Bruxelas, durante a sua participação no Brussels Economic Forum.

A governante disse que a economia portuguesa depende muito da banca e que tem de ser feito um esforço de diversificação, para evitar essa excessiva dependência.

Governo tem de conseguir ajusta expetativas dos portugueses

A ministra, que durante a sua curta apresentação fez questão de ilustrar o caso português, aproveitou ainda para dizer que a crise alterou as expetativas dos agentes e que o Governo tem agora de conseguir que a população também ajuste as suas expetativas.

“O que precisamos muito de fazer é com que a nossa população perceba o que é realista e o que não é. (…) Muitas das expetativas que foram criadas, podem ter deixado de ser realistas”, disse. A governante admitiu que com as medidas que têm sido adotadas e com o período de urgência, o Governo não tem conseguido fazer isso.