Tem acesso livre a todos os artigos do Observador por ser nosso assinante.

Já se sabe quem será o homem na final do Mundial. O italiano Nicola Rizzoli foi escolhido pela FIFA para arbitrar o embate entre a Argentina e a Alemanha no Estádio Maracanã. Aos 42 anos, o transalpino vai assim, pela primeira vez, apitar o decisivo encontro de um Campeonato do Mundo de Futebol, de acordo com o que foi avançado, esta sexta-feira, pela SIC Notícias.

Deste modo, Rizzoli vai pela terceira vez neste Mundial apitar um jogo da Argentina. Antes, o italiano já fora o homem do apito quando os argentinos venceram (3-2) a Nigéria, na terceira jornada da fase de grupos. Depois, o transalpino também esteve presente quando, nos oitavos de final, a seleção albiceleste ultrapassou (1-0) a Bélgica.

Na fase de grupos, de resto, Nicola Rizzoli apitou igualmente o encontro entre a Holanda e a Espanha, quando a laranja de Louis Van Gaal deu início (5-1) à calamitosa participação do tiki-taka espanhol neste Mundial — foi eliminado logo à segunda jornada, ao perder também frente ao Chile (2-0).

A final do Mundial realiza-se no domingo, a partir das 20h, no Estádio Maracanã, no Rio de Janeiro. Antes, no sábado, o Brasil e a Holanda decidem em Brasília, no Mané Garrincha, quem termina no terceiro e no quarto lugar — esta partida será apitada por Djamel Haimoudi, árbitro argelino.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR