Almoçar à secretária enquanto acaba de enviar um e-mail, optar por refeições rápidas no escritório para terminar o que não conseguiu no dia anterior ou esquecer-se de fazer algo essencial: almoçar. Se algum destes comportamentos lhe parecer familiar, aproveite para começar a mudá-los. E se for esta quarta-feira, melhor.

De acordo com Tom Rath, autor de best-sellers como “How Full is Your Bucket?” e “Eat, Move, Sleep”, aquilo que as pessoas fazem durante a hora de almoço pode determinar a forma como passam o resto do dia, diz num artigo da Fast Company. Saltar a pausa do almoço é o suficiente para precisar de fazer várias pausas ineficientes durante o dia, ou seja, para procrastinar.

“As pessoas não têm tempo para saltar a pausa do almoço”, disse Tom Rath, que se tem especializado no papel que o comportamento humano desempenha no universo dos negócios, saúde e economia. Kim Wilson, fundadora de dois estúdios de yoga em Washington, nos Estados Unidos da América, concorda: sem o intervalo certo para almoçar, a energia diminui e as pessoas acabam por tomar piores decisões. “Não ficamos tão frescos como de manhã”, explicou.

A Fast Company falou com gestores de sucesso que explicam como é que uma boa pausa para almoço pode ajudar a aumentar a produtividade. Quer aproveitar a pausa da melhor maneira? Fique com cinco dicas:

1. Convide a equipa para almoçar

O fundador da Hill Investment Grou, Matt Hall, paga almoços à sua equipa. “A empresa paga almoços aos colaboradores desde que pelo menos dois [dos gestores] estejam presentes. Regra geral, estamos os cinco juntos”, avança. Durante o almoço, aproveitam para falar sobre alguns assuntos do escritório e para se divertirem. Matt Hall conta que ao tratarem da faturação do ano passado, a empresa reparou que tinha gasto mais de quatro mil dólares num restaurante que fica localizado a cerca de oitocentos metros do escritório.

2. Aproveite para fazer exercício físico

Tom Rath conta que costuma caminhar durante a hora de almoço e que só o facto de sair do escritório é suficiente para melhorar o humor. Gina Lazaro, responsável pelo departamento de marketing da empresa Foster Grant diz que se esforça para que a sua hora de almoço seja passada de uma forma saudável, no exterior, ao sol, num jardim, de preferência. Desta forma, aproveita também para refletir, encontrar um equilíbrio e preparar-se para a tarde, que, regra geral é, ocupada.

3. Aproveite para namorar

Greg Moore, ministro da Igreja All Saints United Methodist Church, costuma aproveitar a hora de almoço para marcar dates – encontros românticos – com a mulher. “Ao princípio, acabavam por aproveitar a hora para falar sobre as compras para casa, mas decidiram mudar essa discussão para o sábado. Motivo: queriam namorar à hora de almoço. “Isto liberta-nos para nos sentirmos outra vez como seres humanos enquanto almoçamos”. Para que as coisas se mantenham divertidas, mudam o horário e o restaurante todas as semanas.

4. Conheça pessoas novas

Peça a amigos que o apresentem a pessoas novas ou convide colegas com quem não se dê habitualmente para almoçar. O serviço Network Shuffle, por exemplo, permite que os membros inscritos se encontrem uma vez por mês para poderem conversar frente-a-frente. A escolha das pessoas é aleatória.

5. Dedique-se a outros projetos

Jessica Roscoe é consultora, escritora e ainda gere um projeto pessoal, o The Creative Mumma. À hora de almoço, sai do escritório onde trabalha, leva o bloco de notas onde, no dia anterior, escreveu as três coisas que tinha para fazer e trabalha nelas o mais rápido que conseguir. Trinta minutos de dedicação aos projetos pessoais pode parecer pouco, mas no final da semana são duas horas e meia que são aproveitadas para desenvolver as suas ideias. E as noites ficam mais livres.