Rádio Observador

Halloween

Das festas aos filmes e até uma vindima. Em Noite das Bruxas, todos os eventos são pardos

O Dia das Bruxas transformou-se em Halloween e, a cada ano que passa, ganha mais importância. Eis alguns eventos para quem anda à procura de uma festa para celebrar a noite mais assustadora do ano.

Não faltam festas e atividades pensadas para pessoas mais ou menos assustadiças, independentemente da idade

É certo que o calendário diz que o Halloween é a 31 de outubro, mas sexta-feira puxa fim de semana e são vários os espaços que preferem celebrar no sábado. É o caso do Pacha Ofir, em Esposende, que preparou para o dia 1 de novembro uma das maiores festas para quem gosta de dançar. Uma das artistas que promete atrair mais gente é a enérgica Blaya, dos Buraka Som Sistema. No topo do cartaz está também Master Jake, que ficou conhecido com o êxito “Jajão”. Há também uma exposição da Harley-Davidson para fazer as delícias dos fãs. Se comprada no dia, a entrada custa 15 euros, totalmente consumíveis.

Ainda para aqueles que não podem celebrar na sexta-feira, em Vila Nova de Famalicão há um Mercado Assombrado na noite de sábado. O colorido das flores, dos legumes e das frutas que habitualmente preenchem de tons vivos do Mercado Municipal vai ser substituído por um cenário sombrio e fantasmagórico, preparado a preceito. O nome do kizomba, Landrick, é a principal estrela da noite, mas é aos artistas famalicenses que está entregue grande parte da animação, com a atuação de DJ Alive, Côr de Canela, Pedro Tinoco, João M. e Twoflights. As atuações começam às 22h00 e prolongam-se noite fora até às 04h00. A entrada é gratuita.

Uma das maiores festas do Porto é A Vindima – Harvest Fest, que vai acontecer sexta-feira na estação de metro da Trindade, a partir das 18h00. Com entrada livre, a animação começa com artistas convidados a pintar ao vivo telas sobre o Halloween. Às 18h30 parte da estação um autocarro fantasma para um passeio de uma hora, em que vão ser “contadas e revividas algumas das histórias mais assombrosas do Porto”, promete a organização. E porque o evento se chama Vindima, às 22h00 começa um concurso de pisar uvas, em que cada participante tem a mesma quantidade de uvas e um pequeno lagar. Vence quem extrair mais sumo em três minutos. No final, prepare-se para dançar “Thriller”, de Michael Jackson, e participar num vídeo que pode tornar-se viral.

thriller, michael jackson

Na estação da Trindade vai ser gravado um vídeo de “Thriller”, de Michael Jackson.

Três horas de viagem pela Invicta num autocarro decorado à altura, e cujo roteiro é feito de lugares “com as mais macabras histórias de terror do Porto, todas verídicas e selecionadas”. É esta a proposta do Halloween Ghost Bus, que parte da estação de São Bento na sexta-feira, às 21h30. A viagem custa 28 euros e inclui um cálice de Porto, um copo de champanhe e um cupcake especial.

No Gare Porto, o Halloween vai ser futurista, graças à nova parceria com a Refresh Clubbing. O croata Petar Dundov vai ser a estrela da mesa de mistura, mas a noite conta também com Freshkitos e Glove. A entrada custa 10 euros para os homens e é gratuita para as mulheres.

São vários os bares portuenses que prepararam eventos especiais para a noite de sexta-feira, mas o Tascoscopos destaca-se com petiscos temáticos como “mistura de vermes” e “escolha do coveiro”, vários concursos de diferentes áreas e surpresas para aqueles que chegarem cedo. A festa deste bar, que também comemora um ano de vida, começa às 22h00, com a entrada a custar 1,50 euros.

Os Cinemas UCI do Porto e de Lisboa dão aos cinéfilos a possibilidade de assistirem a uma sessão dupla à meia-noite desta sexta-feira. “Halloween” (O Regresso do Mal), filme de 1978 de John Carpenter, vai ser exibido em cópia digital restaurada. “Night of the Living Dead” (A Noite dos Mortos-Vivos), realizado por George A. Romero em 1968, também vai passar em cópia digital restaurada. Passa um filme a seguir ao outro, em duas salas, com a ordem trocada, para aqueles que só querem ver um dos filmes. O bilhete para cada um custa cinco euros.

fantasmas

Na cidade dos estudantes, Coimbra, encontra-se uma proposta diferente. Na noite de 31 de Outubro, para desmistificar as crenças que recaem sobre alguns grupos de animais presentes na fauna, como os morcegos, será feita uma saída de campo ao Jardim da Sereia com a presença de vários especialistas destes grupos de animais. É uma ótima oportunidade para conhecer estes “animais da noite” e passar um serão diferente. A participação é gratuita mas é necessário fazer inscrição prévia e levar calçado impermeável, bem como lanternas.

Na Nazaré, destaque para a reabertura do Blá Blá, todo preparado para a noite de Halloween. Para matar saudades da clientela, os donos vão oferecer shots a quem for mascarado.

O chefe da Central Tejo foi assassinado. Quem o matou? E qual a arma do crime? Este é o desafio que o Museu da Eletricidade, em Lisboa, preparou para a noite desta sexta-feira. As portas abrem-se gratuitamente às 21h30 para os visitantes que quiserem entrar neste jogo Cluedo. O Museu vai estar decorado de acordo com a ocasião.

Nos dias 31 de outubro e 1 de novembro, o Jardim Zoológico de Lisboa também está em modo Halloween, a começar logo na bilheteira. Na compra de dois bilhetes de adulto, as crianças que entrarem integralmente mascaradas ganham uma entrada gratuita. Promete-se “festa recheada de terror e momentos assustadores”, e também interação com os animais. Ao longo dos dois dias vão realizar-se atividades de enriquecimento ambiental especiais, em que a famosa abóbora vai ter o papel principal. Os visitantes vão poder ter encontros com tratadores de algumas espécies e observar, de perto, a preparação das rações.

morcegos

Se decidir andar de metro na sexta-feira, a partir das 20h00, prepare-se para alguns sustos. É que na noite de Halloween, o Metro de Lisboa, em parceria com a empresa Torre de Jogos, vai colocar em circulação uma carruagem denominada a “Carruagem 667”, uma carruagem dos horrores, na Linha Azul entre as estações Amadora-Este e Santa Apolónia, onde não faltará “uma série de surpresas assustadoras”. Não dizem quais são, senão não era surpresa.

Na discoteca Main, em Lisboa, há dois dias de festa. Sexta-feira o tema é “Mansão Assombrada da Vadiagem“, porque vai ser a dupla Meninos da Vadiagem a comandar o som. A entrada custa oito euros para as mulheres e 10 para os homens. No sábado, o tema é “Yelloween Masquerade Party” e, desta vez, há dresscode para cumprir. Inspirada nos bailes de Veneza, o melhor é assistir ao vídeo para buscar inspiração.

Na noite de 31 de outubro, às 21h00, o oculto vai animar as lisboetas Avenida de Roma, Guerra Junqueiro e Praça de Londres, com a primeira Lisboa Halloween Parade. O objetivo é realizar o maior desfile de máscaras alguma vez realizado em Portugal dedicado à Noite das Bruxas, com milhares de participantes encarnando vampiros, zombies, lobisomens e bruxas. Não há limite para a fantasia. Não há limite de idade. Haverá, sim, música, animação, petiscos inspirados no tema e prémios para os que se mascararem melhor.

A Casa do Fauno, em Sintra, nunca deixaria passar uma noite de bruxas sem uma programação à altura. Por isso preparou várias atividades entre sexta-feira e domingo, onde se incluem um concurso de máscaras, sessões de ilusionismo, concertos de música tradicional irlandesa, um quiz sobre o Halloween e, para os mais crentes, leitura de tarot e runas.

bruxaria

Não há noite de Halloween em que os Moonspell não subam ao palco. Na noite de 31 de outubro, as sonoridades góticas e heavy metal fazem-se ouvir no Incrível Almadense, a propósito do novo Maze Fest. Os Switchtense e os For the Glory completam a primeira noite. No dia seguinte “são horas de matar”, já que é a vez de os Mão Morta subirem ao mesmo palco, depois da atuações de Miss Lava e O Bisonte. Os bilhetes custam 20 euros.

Em Beja há um jantar temático no espaço Os Infantes que desperta a curiosidade. Entrada: “abóbora a vomitar, acompanhada de dedos ensanguentados”. A sopa é de olhos mortos, acompanhada de múmias. Como prato principal há peito de zombi assado com puré bolorento. Para a sobremesa é melhor nem dizer, para não assustar os mais medricas. O jantar acontece esta sexta-feira, às 20h00, custa 12,50 e requer reserva. A seguir ao jantar há Concerto da Terra no 1º andar, onde João Franco e João Rosa vão tocar canções dos virtuosos Rodrigo Y Gabriela.

Um estádio parece ser um local pouco adequado para uma festa de Halloween. Mas o que se vai passar no Estádio do Algarve também não é bem uma festa, é também uma caminhada e corrida. Sexta-feira, a partir das 20h30, a noite começa com uma sessão de fotografias. Segue-se uma sessão de aquecimento ligeiro, animação com treinadores e apresentadores. Pelas 21h00 tem início a caminhada/corrida de sete quilómetros, na zona envolvente ao estádio. Depois sim, é hora de festejar. A festa de Halloween começa às 22h00 com a animação musical a cargo do DJ Boots. A participação no evento é gratuita.

Não queremos ser todos iguais, pois não?

Maio de 2014, nasceu o Observador. Junho de 2019, nasceu a Rádio Observador.

Há cinco anos poucos acreditavam que era possível criar um novo jornal de qualidade em Portugal, ainda por cima só online. Foi possível. Agora chegou a vez da rádio, de novo construída em moldes que rompem com as rotinas e os hábitos estabelecidos.

Nestes anos o caminho do Observador foi feito sem compromissos. Nunca sacrificámos a procura do máximo rigor no nosso jornalismo, tal como nunca abdicámos de uma feroz independência, sem concessões. Ao mesmo tempo não fomos na onda – o Observador quis ser diferente dos outros de órgãos de informação, porque não queremos ser todos iguais, nem pensar todos da mesma maneira, pois não?

Fizemos este caminho passo a passo, contando com os nossos leitores, que todos os meses são mais. E, desde há pouco mais de um ano, com os leitores que são também nossos assinantes. Cada novo passo que damos depende deles, pelo que não temos outra forma de o dizer – se é leitor do Observador, se gosta do Observador, se sente falta do Observador, se acha que o Observador é necessário para que mais ar fresco circule no espaço público da nossa democracia, então dê o pequeno passo de fazer uma assinatura.

Não custa nada – ou custa muito pouco. É só escolher a modalidade de assinaturas Premium que mais lhe convier.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)