Quatro homens, com idades situadas entre os 19 e os 27 anos, foram detidos pela polícia londrina, sob a suspeita de estarem a preparar um ataque terrorista para o Remembrance Sunday. Os jovens em causa teriam ligações ao Estado Islâmico e foram intercetados na zona oeste da capital britânica.

As autoridades policiais, que atuaram com base em informação recolhida e fornecida pelo MI5, os serviços secretos do Reino Unido, confirmaram igualmente que algumas habitações e automóveis estavam a ser inspecionados por agentes especiais. O jornal The Times informou que as detenções foram efetuadas na noite de quinta-feira passada, numa operação realizada com urgência, dadas as desconfianças de que haveria uma conspiração para realizar um ataque terrorista neste domingo, 9 de novembro.

Um porta-voz da polícia limitou-se a revelar que as detenções realizadas fizeram parte de uma investigação “em curso” sobre assuntos “relacionados com o Estado Islâmico”. A prisão dos quatro homens, não identificados, surge num contexto em que as autoridades do país decidiram elevar o alerta terrorista de “substancial” para “grave” desde agosto passado. Este nível indica que um atentado é “altamente provável” de acontecer.

No Reino Unido, o Remembrance Sunday é comemorado anualmente durante o segundo domingo de novembro, na data mais próxima de 11 de novembro, dia em que foi assinado o armistício que colocou um ponto final na Primeira Guerra Mundial, travada entre 1914 e 1918. O objetivo é o de homenagear todos os militares e civis britânicos e da Commonwealth que participaram na Grande Guerra, bem como no segundo conflito mundial e em guerras posteriores.