Um acordo de parceria entre a Uber e o Spotify vai permitir que os utilizadores do serviço de transporte escolham a música que querem ouvir na viagem através da “app” no telemóvel. O serviço vai arrancar em 10 cidades já na próxima sexta-feira, 21 de novembro, indicaram as empresas. Lisboa terá de esperar mais algumas semanas.

Antes mesmo de o utilizador dos serviços de um dos “carros negros” da Uber se sentar a bordo, já poderá ter a sua música favorita a tocar no sistema de som do automóvel conduzido por um dos “motoristas privados” associados à aplicação. Para usar o serviço, é necessário associar a conta (“premium”) do Spotify ao perfil do Uber. Se o carro for “Spotify-enabled”, ou seja, se estiver preparado para esta funcionalidade, será o utilizador a controlar a música durante a viagem. O condutor do carro mantém, contudo, o controlo sobre o volume.

A partir de sexta-feira, o serviço vai estar disponível em Londres, São Francisco, Los Angeles, Nova Iorque, Cidade do México, Nashville, Singapura (cidade), Estocolmo, Toronto e Sydney. Nas próximas semanas, chegará aos outros mercados em que a aplicação já está ativa.

Veja o vídeo promocional da funcionalidade.

A Uber é uma aplicação de telemóvel que permite encontrar um “motorista privado”, habitualmente conduzindo um veículo recente e de gama alta, que esteja próximo e disponível para transportar o utilizador até outro ponto da cidade. O processo não envolve telefonistas nem pagamentos em dinheiro, já que o utilizador recorre ao seu cartão de crédito para fazer o pagamento.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

Em junho, milhares de taxistas de grandes cidades europeias mobilizaram-se contra a “intrusão” na sua atividade de plataformas ou aplicações de partilha de carros, que não precisam de licença de transporte público. Os taxistas consideram que o recurso a aplicações móveis como a Uber prejudica a sua atividade, apesar de a Comissão Europeia ter considerado que estas aplicações beneficiam o consumidor e fomentam a atividade empreendedora.

Já o Spotify é a “app” líder mundial no serviço de música por “streaming”. É uma plataforma que permite aos utilizadores aceder, remotamente, a um enorme banco de músicas em troca de um pagamento mensal ou, em alternativa, na versão “free”, ouvindo anúncios publicitários entre as músicas.