434kWh poupados com o Logótipo da MEO Energia Logótipo da MEO Energia
i

A opção Dark Mode permite-lhe poupar até 30% de bateria.

Reduza a sua pegada ecológica.
Saiba mais

Logótipo da MEO Energia

Adere à Fibra do MEO com a máxima velocidade desde 29.99/mês aqui.

Mais de 1,6 milhões de euros voaram de carrinha

Este artigo tem mais de 5 anos

O dinheiro escapou de uma carrinha blindada de portas mal fechadas. Vários peões e automobilistas correram para apanhar as notas. O caso aconteceu na véspera de Natal.

A polícia quer apurar quais os números de série das notas desaparecidas
i

A polícia quer apurar quais os números de série das notas desaparecidas

Getty Images

A polícia quer apurar quais os números de série das notas desaparecidas

Getty Images

Tem acesso livre a todos os artigos do Observador por ser nosso assinante.

E se estivesse parado no trânsito e, de repente, começasse a chover notas? Parece uma cena de cinema, mas aconteceu em plena véspera de Natal numa movimentada rua de Hong Kong. Foram cerca de dois milhões de notas de dólar que escaparam de uma carrinha blindada e que surpreenderam condutores e peões. Em euros são mais de 1,6 milhões. Houve quem levassem algumas para casa, mas a polícia já avisou: quem não devolver dinheiro incorre num crime de furto.

O caso aconteceu quarta-feira, 24 de dezembro, no centro de Hong Kong e levou mesmo à interrupção do trânsito na rua de Gloucester. O dinheiro estava enfiado em caixas de um banco que tombaram de uma carrinha blindada, de transporte de valores, e cuja porta ficou mal fechada. Assim que se aperceberam da chuva de dólares, vários condutores, taxistas e peões correram para apanhá-las. Uma prenda de Natal antecipada, terão pensado. As imagens mostram a folia.

A polícia foi chamada de urgência ao local. Segundo as informações policiais estão em causa 15,23 milhões de dólares de Hong Kong, qualquer coisa como 1,96 milhões de dólares americanos ou 1,6 milhões de euros. A polícia já fez saber que “todas as pessoas que encontraram as notas do banco em questão deverão devolvê-las à polícia assim que possível, caso contrário estão a cometer um furto” – um crime punível até dez anos de cadeia.

E o aviso já surtiu efeito. Segundo a CNN, esta quinta-feira já treze pessoas devolveram meio milhão de notas perdidas (cerca de 380 mil euros).

Um comissário da polícia, citado pelo Le Huffington Post , disse ter seguido durante meia hora o trajeto da carrinha sem se aperceber que esta tinha as portas abertas e que as caixas que continham o dinheiro tinham tombado sobre a via pública. Só quando chegaram ao destino se aperceberam do sucedido.

A polícia abriu um inquérito para apurar o número de série das notas e, assim, tentar localizá-las.

 

 

A página está a demorar muito tempo.

Ofereça este artigo a um amigo

Enquanto assinante, tem para partilhar este mês.

A enviar artigo...

Artigo oferecido com sucesso

Ainda tem para partilhar este mês.

O seu amigo vai receber, nos próximos minutos, um e-mail com uma ligação para ler este artigo gratuitamente.

Ofereça artigos por mês ao ser assinante do Observador

Partilhe os seus artigos preferidos com os seus amigos.
Quem recebe só precisa de iniciar a sessão na conta Observador e poderá ler o artigo, mesmo que não seja assinante.

Este artigo foi-lhe oferecido pelo nosso assinante . Assine o Observador hoje, e tenha acesso ilimitado a todo o nosso conteúdo. Veja aqui as suas opções.

Atingiu o limite de artigos que pode oferecer

Já ofereceu artigos este mês.
A partir de 1 de poderá oferecer mais artigos aos seus amigos.

Aconteceu um erro

Por favor tente mais tarde.