Um barómetro do Centro de Investigação Sociológica (CIS) espanhol indica que o partido Podemos se tornou a segunda força política de Espanha, atrás do Partido Popular (PP, no poder) e à frente do Partido Socialista Operário Espanhol (PSOE).

De acordo com o barómetro de janeiro do CIS, o PP mantém-se como o primeiro partido, com 27,3% de intenções de voto, pouco mais de três pontos percentuais de vantagem sobre o Podemos, que registou 23,9% de intenções de voto.

O PSOE, liderado por Pedro Sánchez, é assim relegado para a terceira posição, com 22,2% das intenções de voto. Este é o primeiro barómetro de intenções de voto de 2015, ano em que se realizam eleições autonómicas, municipais e gerais em Espanha.

O último barómetro do CIS com dados sobre intenções de voto datava de outubro de 2014 e colocava o Podemos como terceira força política, com 22,5% de intenções de voto, depois de em julho registar 15,3% de intenções de voto, no primeiro barómetro em que apareceu.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

O barómetro do CIS envolveu 2.481 entrevistas diretas, em domicílio, a cidadãos espanhóis de ambos os sexos, com mais de 18 anos (inclusive). As entrevistas decorreram em 250 municípios e 48 províncias de Espanha entree 02 e 12 de janeiro de 2015. O trabalho do CIS tem um nível de confiança de 95,5% e uma margem de erro de mais ou menos 2% para o conjunto da amostra.

O CIS é um organismo público que tem como principal objetivo o estudo sociológico da sociedade espanhola, desenvolvendo este tipo de trabalho desde 1976.