Podia ser um lenço, o chamado carré, mas é mesmo uma tampa de rua quadrada, impossível de prender ao pescoço. Um objeto funcional da cidade que alguns dos mais importantes designers de moda transformaram em obras de arte que dá pena pisar, na exposição “Above the Below – Manhole Cover Art and the Wired City”.

Giorgio Armani, Emilio Pucci, Versace, Missoni e Prada são apenas alguns dos nomes que provam que a Semana da Moda de Milão, a decorrer até 3 de março, acontece não só nas passerelles mas também na rua. Isto porque as 24 tampas ilustradas pelas mãos normalmente habituadas à alta costura foram colocadas na via Montenapoleone, uma das mais movimentadas da cidade italiana, onde estarão até janeiro de 2016.

Nalguns casos os padrões são bastante familiares, noutros o logótipo não deixa dúvidas, mas a surpresa é garantida: há-de ser a primeira vez que alguém passa por cima do “G” de Giorgio Armani com os sapatos sujos de lama.

Todas as tampas foram pintadas à mão e vão ser vendidas quando forem retiradas e restauradas. A ideia, como tem sucedido com as anteriores edições deste projeto que já convidou street artists e foi lançado pela empresa milanesa Metroweb, em parceria com a Tombini Art, para chamar a atenção para os cabos e fios elétricos que se escondem debaixo dos passeios da cidade, é arrebatar transeuntes primeiro e arrematar licitações altas depois, num leilão da Christie’s cujas vendas revertem para caridade.