Espanha

Vai poder voltar à vertigem do Caminho do Rei, o percurso pedestre mais perigoso do mundo

2.419

O percurso pedestre mais perigoso do mundo, fechado desde 2001 após a morte de cinco pessoas no local, vai ser aberto durante o período da Páscoa. É aqui ao lado, em Málaga.

São três quilómetros de comprimento, um metro de largura e cem metros de altura que tornam Caminho do Rei, em Málaga, o percurso mais perigoso do mundo. E esta classificação não se deve apenas à sensação vertiginosa que o caminho provoca, mas também à falta de segurança que vitimou cinco pessoas entre os anos 1999 e 2000.

 

A passagem que atravessa o Desfiladeiro dos Gaitanes, na província de Málaga em Espanha, esteve encerrada ao público a partir de 2001. Muitos continuaram a aventurar-se entre os rochedos de El Chorro, construído no início do século para abastecer o local de mantimentos dos trabalhadores da Barragem Conde del Guadalhorce que foi inaugurada no reinado de Afonso XIII.

Durante dez anos, os turistas mais temerosos incentivaram as entidades locais a reabilitar o local, livrando-o da degradação e desgaste que impossibilitavam as excursões. Agora, após a instalação de um chão de vidro e de estacas, o presidente da Delegação Provincial de Málaga, Elías Bendodo, veio anunciar que o Caminho do Rei vai reabrir durante as férias da Páscoa.

Esta notícia é um suspiro de alívio para os turistas. John Kramer aventurou-se pelo atordoante trilho espanhol e relembra a experiência como sendo “louca”. É que no dia anterior, o cabo de segurança estalou e deixou cair um italiano a uma altura de 80 metros. “Miraculosamente, o homem não só sobreviveu, como conseguiu levantar-se pelo próprio pé”, conta Kramer.

Com a nova construção, os turistas sentem-se mais confortáveis para visitar o espaço em família. O passeio foi erguido com novos caminhos de madeira e equipado com linhas de segurança e parafusos de aço. Ainda assim, temem que o volume de visitantes possa afetar a área.

O Caminho do Rei vai ser inaugurado a 29 de março e pode ser visitado entre terça-feira e domingo. Os bilhetes serão de graça durante seis meses e já existem 30 mil pessoas com visita marcada. Pode adquirir as passagens neste site e consultar o percurso aqui.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)