Quatro sindicatos que dizem representar mais de 80% dos trabalhadores do Grupo TAP lançaram hoje uma declaração conjunta na qual se comprometem a lançar “todas as ações” necessárias para impedir a privatização da transportadora aérea.

“Juntam-se os sindicatos signatários no firme propósito de levar à prática todas as ações consideradas necessárias para que esta privatização não seja levada a cabo, tal como é vontade também da grande maioria dos trabalhadores da TAP e do povo português, e manter a TAP pública ao serviço do país e da economia nacional”, lê-se no documento a que a agência Lusa teve acesso.

O Sindicato Nacional do Pessoal de Voo da Aviação Civil (SNPVAC), o Sindicato Nacional dos Trabalhadores da Aviação Civil (SINTAC), o Sindicato dos Pilotos da Aviação Civil (SPAC) e o Sindicato dos Trabalhadores da Aviação e Aeroportos (SITAVA), que são os signatários desta declaração, não especificam quais as iniciativas que poderão ser concretizadas.