O incêndio na zona de Alqueva, concelho de Portel, Évora, que lavra há mais de 12 horas, mobilizava, pelas 04:00, um total de 246 operacionais, apoiados por 83 veículos, de acordo com a Autoridade Nacional da Proteção Civil.

O fogo, que lavra desde as 15:17 de segunda-feira, tem três frentes ativas e está a “progredir em local de difícil acesso aos meios de combate terrestres”, explica a Proteção Civil.

Fonte do Comando Distrital de Operações de Socorro de Évora explicou que o aumento de operacionais — que pelas 23:00 de segunda-feira eram cerca de 150 — se deve ao tempo de deslocação, já que foram mobilizados meios de Lisboa e Setúbal, e não a um aumento da extensão do incêndio.

O fogo está a destruir áreas de mato, eucaliptal, montado e pasto na Serra do Meio, freguesia de Alqueva, no concelho de Portel, distrito de Évora.

Pela mesma hora, encontrava-se dominado um fogo em Pinhal dos Frades, conselho de Seixal, distrito de Setúbal, que deflagrou às 00:14. No local ainda estavam 106 operacionais, apoiados por 37 veículos.