Quem já passeou nas ruas de Bombaim sabe como elas estão apinhadas de táxis. É um dos meios de transporte mais convenientes para circular pela cidade indiana, o que leva à competição entre os motoristas.

Todos eles tentam mostrar-se diferentes para ganharem a preferência dos clientes. Mas há um problema: “As gerações mais antigas não compreendem o design, para eles o design apenas executa uma função”. Quem o diz é a Taxi Fabric, uma empresa que quis mudar esta realidade: colocou dois artistas a trabalhar junto a um taxista e tornaram os carros em telas em movimento.

Agora, viajar de táxi em Bombaim é como entrar num mundo novo de cor e movimento. Mas é preciso investimento: a mesma empresa que deu espaço ao design indiano para se expressar está agora a coordenar uma campanha na Kickstarter para angariar quase 12 mil euros. Esse dinheiro será investido na continuação do projeto, o que envolve a aquisição de mais tintas e de uma fábrica, por exemplo.

Para saber mais sobre o projeto Taxi Fabric, entre no site ou encontre-o no Facebook e Instagram.