A Estoril-Sol registou lucros de 779.461 milhares de euros no primeiro semestre deste ano, o que compara com prejuízos de 1,9 milhões de euros no mesmo período do ano passado.

Em comunicado enviado nesta sexta-feira à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM), a empresa refere que “a combinação favorável da evolução positiva das receitas de jogo e da redução substancial dos encargos financeiros suportados pelo Grupo Estoril-Sol permitiu apurar um resultado líquido consolidado nos primeiros seis meses do ano positivo em aproximadamente 0,8 milhões de euros”.

No entanto, o grupo refere que “será prudente considerar que esta evolução positiva das receitas de jogo e dos custos de financiamento do grupo poderá ser condicionada por eventuais acontecimentos políticos na zona euro de que resultem alterações significativas das taxas de juro de referência”.

Entre janeiro e junho, as receitas de jogo geradas pelo grupo ascenderam aos 88,2 milhões de euros, um crescimento de 8% face ao período homólogo, período em que estas receitas foram de 81,6 milhões de euros.

O casino da Póvoa foi o que teve o melhor resultado entre os casinos do grupo, com as receitas de jogo a crescerem 12,9% para os 19,6 milhões de euros, seguindo-se o casino do Estoril, cujas receitas aumentaram 8,6% para os 30,1 milhões, e o casino de Lisboa, que gerou receitas de 38,4 milhões de euros, um aumento de 5,3% face ao período homólogo.

As outras receitas do grupo Estoril-Sol, decorrentes dos serviços de restauração e animação, cresceram 28,9% na primeira metade de 2015, totalizando os 4,1 milhões de euros, justificando o grupo este desempenho com o “aumento de volume de jogo” e também com o “reforço e dinamização das áreas de lazer e animação dos casinos”.

Os custos operacionais do grupo, por seu lado, aumentaram 11,6% para os 31,6 milhões de euros, o que “reflete essencialmente esse investimento levado a cabo pelo grupo no sentido de dinamizar e aumentar a oferta de entretenimento, lazer e restauração nos casinos”.

Entre janeiro e junho de 2015, a Estoril Sol melhorou também o seu EBITDA (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) alcançado os 13,8 milhões de euros, o que compara com os 12,1 milhões registados no mesmo período de 2014.