A proximidade da época natalícia tornam os últimos meses do ano os mais apetecíveis para os novos lançamentos das editoras de videojogos. De entre as largas dezenas disponíveis para todas as plataformas, seleccionamos alguns que poderão ser belíssimas prendas de Natal para alguém de quem gostamos muito. Mesmo que essa pessoa sejamos nós mesmos.

Referir o punhado de jogos que aconselhamos e não começar logo por um dos jogos mais esperados do ano era começar esta lista com dois pés esquerdos. O gigantesco e complexo mundo pós-apocalíptico de Fallout 4, que verá a luz do dia fora dos Vaults no próximo 10 de Novembro, promete um dos maiores mundos virtuais alguma vez criados. Na escalada de dimensão que a Bethesda tem tido na última década, é mesmo algo para não nos admirarmos.

Não sei prenúncio de algo pior, mas continuando na temática dos mundos pós-apocalípticos que tanto nos relembram a revitalização recente de Mad Max, temos Skyshine’s Bedlam, um jogo de estratégia e sobrevivência que nos colocará no comando do destino de um grupo de sobreviventes pelo meio deserto. Relembra-lhe algo? Sim, mas do que jogámos na Gamescom o visual notoriamente comics fará deste um dos jogos mais interessantes desta rentrée. E sai já dia 17 de Setembro.

https://youtu.be/6AodL75Pkiw

Há um plano maquiavélico para dominar o mundo, e a maligna companhia por trás diss é a Lego. A quantidade de produtos geniais que apelam tanto a adultos como a crianças (e em muitos casos mais até aos “crescidos” do que aos “pequenos”) impelem-nos a olhar com desejo para os seus novos produtos. Na senda dos bonecos coleccionáveis que têm rendido fortunas à Nintendo e à Activision, a Warner Bros. lançará já no próximo dia 29 de Setembro o seu jogo que será acompanhado das ditas figuras. Lego Dimensions contará com franquias tão próximas dos fãs como Lord of the Rings, Ghostbusters, Simpsons, Back to the Future e Doctor Who. Sim, Doctor Who.

Ficámos entusiasmados com o regresso dos jogos musicais (com instrumentos), quando passámos mais tempo do que devíamos durante a Gamescom em torno de Guitar Hero Live. A sair dia 20 de outubro, marca o regresso das soirées em casa com os amigos a incomodar a vizinhança com uma banda de trazer por casa (literalmente) com instrumentos de plástico. Rock on!

Já aqui falámos pelo menos duas vezes de Transformers: Devastation, o jogo de adaptação de uma das nossas séries favoritas de infância, e no meu caso pessoal, dos meus brinquedos favoritos (ainda todos guardados religiosamente e intactos). Para além de ser um regresso às origens, onde tanto Autobots como Decepticons apresentam o visual que tinham na linha de brinquedos/série original, poderemos vê-los a chegar a toda a velocidade aos escaparates a 6 de Outubro.

No ano em que Star Wars vai regressar ao cinema com o sétimo filme, também o mundo dos videojogos espera ansiosamente por Star Wars: Battlefront, um dos jogos que mais expectativas tem criado, tanto a fãs da série (que foi) de George Lucas , como a gamers em geral. Das soberbas dog fights com as naves que todos conhecemos, até ao combate no papel de Stormtroopers, SW: Battlefront vai entrar-nos nos ecrãs (possivelmente) numa trajectória trapezóide a 20 de Novembro.

Ainda falando de lutas espaciais, 2015 vai ver o regresso de uma das séries espaciais mais aclamadas pelos fãs (especialmente os da Nintendo). Star Fox Zero será lançado a 20 de Novembro e do que jogámos parece-nos que este não só é um regresso de artilharia pesada de uma das séries de quem mais tínhamos saudades, como uma das melhores utilizações – até à data – do Wii U Game Pad.

Também para a Wii U, e a 4 de Dezembro, sairá aquele que é para mim o grande argumento de compra da consola doméstica da Nintendo. Xenoblade Chronicles X, o novo jogo da série Xeno, é sem dúvida um dos jogos mais brilhantes, épicos e complexos que serão lançados este ano. Já jogamos alguns minutos deste jogo da Monolith e o pouco que vimos assume pela positiva todas as expectativas que temos sobre este novo Xenoblade.

A Londres vitoriana vai ser o palco do próximo Assassin’s Creed: Syndicate, que será lançado a 23 de Outubro. Depois dos maus lançamentos que têm acompanhado a série, com jogos incompletos e injogáveis, Syndicate poderá ser a derradeira oportunidade da Ubisoft garantir algum sentido de novidade e qualidade a uma série que tem sido excessivamente explorada todos os anos. O que já vimos deste novo Assassin’s Creed promete-nos finalmente a redenção da série para com os jogadores.

Dos mesmos criadores do aclamado jogo de terror Amnesia: The Dark Descent, chega-nos SOMA, já no próximo dia 22 deste mês. Depois da ligeira desilusão com a sequela de Amnesia, o estúdio Frictional Games tem muito a provar com este SOMA e far-nos-ão perceber se é possível manter a qualidade e o terror de alto nível do seu jogo mais famoso.

Jogámos Skyworld durante a Gamescom com o auxílio do Occulus Rift, e percebemos que a realidade virtual contribui em muito para a imersão naquilo que parece um jogo de tabuleiro animado. Ainda sem data definida, mas com a certeza que será lançado no final deste ano, um jogo de tabuleiro interactivo com um toque quase infantil, que nos traz histórias de reis, princesas e dragões.

Há três anos, desde que anunciaram a campanha de Riot – Civil Unrest, que coloquei todos os radares a seguir o desenvolvimento deste indie altamente desconhecido. O conceito de Riot é simples: temos de gerir motins, seja pela parte dos manifestantes, seja pelas forças de segurança. O seu autor, Leonard Menchiari, esteve envolvido em inúmeros protestos em Itália, e tentou criar narrações existentes dentro das manifestações com este jogo. O jogo ainda não tem uma data definida, mas sairá no final deste ano.

Não foi desenvolvido por Sergio Leone, mas Fistful of Gun, que será lançado no dia 24 deste mês quer trazer o frenetismo de um twin stick shooter cooperativo para o ambiente dos westerns.

Também já falámos de Grand Ages: Medieval, o jogo de estratégia por turnos que nos relembra uma espécie de Risk medieval, e que será lançado a 25 de Setembro. Já poucas semanas separam os fãs de estratégia deste que é um dos jogos do género mais aguardados do ano.

Para finalizar, temos o regresso da série de criação e gestão de Parques de Diversões mais famosos de sempre, e teremos nos últimos meses do ano o lançamento de Rollercoaster Tycoon World. O jogo indicado para fãs do género ou simplesmente para quem passa por Entrecampos e tem saudade da Feira Popular.

Ricardo Correia, Rubber Chicken.