Tem acesso livre a todos os artigos do Observador por ser nosso assinante.

Qual é o parasita mais resiliente? Uma bactéria? Um vírus? Um verme intestinal? Uma ideia. Resiliente, altamente contagiosa. Assim que uma ideia toma as rédeas do cérebro é quase impossível erradicá-la. Uma ideia completamente formada – completamente entendida – que se cola algures.

Estas são as primeiras palavras de “Inception”, um filme de 2010 protagonizado por Leonardo DiCaprio na pele de um especialista na mente, capaz de implantar e arrancar ideias e projetos do cérebro alheio através dos sonhos. A partir de certa altura, nem as personagens nem o público entende se está dentro de um sonho ou a viver a realidade. Nem o totem que a equipa utiliza para os seus exercícios os esclarece.

É esta a sensação que o artista tailandês Jati Putra Pratama, de 24 anos, recria através da manipulação digital das fotografias que capta de paisagens por onde passa. Diz ao Observador que não há propriamente uma história por detrás das imagens: “Servem apenas para preencher o tempo livre”, quando sai da escola de design. Um simples exercício que fascinou os utilizadores do Reddit, levando este trabalho à fama.

A maior parte das publicações de Jati Putra Pratama surgem no Instagram, onde o surrealismo impera e onde as regras da física são questionadas. Veja algumas destas imagens na fotogaleria.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR