O escritor mexicano Fernando del Paso é o vencedor do Prémio Miguel de Cervantes 2015, o mais alto reconhecimento da literatura espanhola e latino-americana. A notícia é avançada pelo jornal espanhol El País.

Já no ano passado, o escritor e artista de 80 anos tinha vencido o Prémio Alfonso Reyes e, este ano, foi distinguido com o Prémio José Emilio Pacheco de Excelência Literária. Apesar de ser um dos mais importantes nomes vivos da literatura mexicana, não se encontra publicado em Portugal.

Fernando del Paso nasceu a 1 de abril de 1935. O primeiro livro chegou em 1958, uma antologia de poemas a que chamou Sonetos de lo Diario. Desde então seguiram-se romances, contos, peças de teatro e ensaios, com destaque para a trilogia de romances José trigoPalinuro de MéxicoNoticias del Imperio, publicados (e muito elogiados) entre 1966 e 1988.

O Prémio de Literatura em língua castelhana Miguel de Cervantes foi criado em 1976 e “é o mais alto reconhecimento para o trabalho criativo dos escritores espanhóis e latino-americanos, cuja obra tenha contribuído para enriquecer de forma notável o património literário em língua espanhola”.

Fernando del Paso é o sexto autor mexicano a ser galardoado. No ano passado, o vencedor foi o espanhol Juan Goytisolo, de 84 anos. Para além do prestígio, o premiado ganha um valor monetário de 125 mil euros.