O conselho executivo do Comité de Ética da FIFA vai pedir a expulsão permanente do presidente da UEFA, Michel Platini, por corrupção. A notícia está a ser avançada pelos advogados do ex-futebolista francês à agência de notícias espanhola EFE.

A decisão do Comité de Ética será oficialmente anunciada em dezembro próximo. 

Michel Platini está suspenso pela FIFA, bem como Joseph Blatter. A suspensão foi decidida na sequência do interrogatório e constituição de arguido de Blatter pela Procuradoria-Geral suíça por suspeitas de pagamentos ilícitos a Platini.

A Procuradoria-Geral da Suíça suspeita de um pagamento irregular do atual Presidente da FIFA, Joseph Blatter, a Michel Platini, atual Presidente da UEFA e candidato à presidência da FIFA depois do escândalo de corrupção que abalou o organismo. O valor do pagamento terá rondado os 2 milhões de francos suíços (cerca de 1.8 milhões de euros).

A candidatura de Platini à presidência da FIFA ficou também suspensa até à decisão do  Comité de Ética da FIFA.