Uma plataforma de petróleo da empresa SOCAR, empresa pertencente ao Estado do Azerbaijão, ardeu completamente este sábado, provocando 32 mortos. O acidente terá começado com um pequeno incêndio no oleoduto e alastrou-se a toda a estrutura. Haveria mais de 80 pessoas na plataforma.

Os fortes ventos que varreram o Mar Cáspio nesta madrugada provocaram danos numa plataforma petrolífera e levaram ao incêndio que matou 32 trabalhadores, todos provenientes do Azerbaijão. A plataforma esta em águas controladas por este país.

Em comunicado, a empresa SOCAR avançou que o incêndio já tinha sido extinto e 42 trabalhadores foram resgatados com vida. A tempestade danificou também um cidade costeira, havendo três pessoas desaparecidas.