Rádio Observador

Marketing

George Clooney tem um sósia, de que a Nespresso não gostou. What else?

O ator e realizador norte-americano é a cara da Nespresso. Um concorrente da marca em Israel (a Espresso Club) fez um anúncio com um sósia: e a empresa não gostou.

As parecenças entre este ator, contratado pela empresa israelita, e George Clooney, são evidentes

Imagem retirada da página do Twitter @DuooDailleurs

Nespresso, what else?, costuma pergunta George Clooney nos anúncios que faz para a marca (pertencente à Nestlé), desde 2006. Os anúncios têm sido tão populares que já levaram uma empresa concorrente da Nespresso em Israel (a Espresso Club) a ter o seu próprio Clooney. E o problema é que a ideia foi mais literal do que se esperava.

Inspirando-se nos anúncios do realizador e ator norte-americano, a empresa israelita contratou um ator que se assemelha tanto a George Clooney que quase se pode dizer que é um sósia seu. E, apesar da marca avisar no anúncio que o ator não é o famoso norte-americano, a Nespresso não ficou satisfeita e já processou a concorrente: não só exige a remoção imediata do anúncio como pede mais de 46 mil euros de indemnização. Tudo para “evitar que os clientes sejam enganados”, relata a revista Fortune.

O que não deverá surpreender os israelitas: afinal, o piscar de olho à Nespresso não se ficou por aqui. É que, segundo a revista Fortune, o sósia de George Clooney surge a sair do que parece ser uma boutique da Nespresso, trazendo na mão o que parece ser um saco da marca (o logo está desfocado, provavelmente para evitar uma polémica maior). Quando sai, o homem faz contacto visual com uma mulher atraente: tal como Clooney nos seus anúncios.

Ao sair, uma voz off diz: “Não há nada como uma máquina expresso”. Mas a felicidade termina assim que surge um homem que o interrompe: e se nos anúncios de Clooney o desgosto é ficar sem café, aqui o desgosto do seu sósia é ficar sem carro. Foi rebocado, diz-lhe um homem que o interrompe. E isso não teria acontecido se este tivesse uma máquina expresso em sua casa, como por exemplo a da Espresso Club.

Tem dúvidas sobre a inspiração do anúncio israelita? Tire-a por si mesmo:

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt
Marketing

Marketing é filosofia. E da boa

Fernando Pinto Santos

O marketing é uma filosofia de gestão baseada num foco nos mercados e na criação de valor, surgiu como alternativa a uma filosofia centrada na produção e não orientada para os consumidores.

Inovação

A energia dos millennials

Rui Assis

A geração millennial é exigente e quer conveniência, simplicidade e rapidez. Mas estarão as empresas preparadas para responder e conquistar esta geração de consumidores? Talvez ainda falte algo.

Trabalho

Ficção coletiva, diz Nadim /premium

Laurinda Alves

Começar reuniões a horas e aprender a dizer mais coisas em menos minutos é uma estratégia que permite inverter a tendência atual para ficarmos mais tempo do que é preciso no local de trabalho.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)