A 8 de março de 1857, as operárias de uma fábrica de tecidos norte-americanas entraram em protesto. Queriam trabalhar dez horas por dia — menos seis que o horário das empresas na altura –, receber tanto quanto um homem e serem tratadas com dignidade no trabalho. E por isso morreram queimadas, depois de ficarem trancadas dentro da fábrica em Nova Iorque.

A morte daquelas 143 pessoas veio a transformar-se oficialmente no Dia Internacional da Mulher, mas apenas 118 anos mais tarde. Já nessa altura a luta pela igualdade de género ia longa: fez-se ouvir nos tempos de Sappho, cujas obras foram proibidas por causa do seu caráter erótico. E depois prosseguiu na ciência, na política ou nas artes.

Na fotogaleria que publicamos em cima vai encontrar, por ordem alfabética, 50 das mulheres que mais influência tiveram na sociedade em que vivemos. Elas conquistaram o mundo e marcaram a História.