Em declarações à Lusa, o porta-voz da TAP, André Serpa Soares, explicou que o avião, o mesmo que no sábado inaugurou a nova rota da companhia aérea portuguesa para Boston, teve uma avaria técnica e não seguiu viagem.

O avião deveria ter partido às 19h45 (hora local) de Boston e chegada prevista às 07h20 de hoje ao aeroporto de Lisboa, havendo uma diferença horária de cinco horas entre os dois locais.

“Os 256 passageiros que deveriam ter seguido neste voo foram alojados em hotéis de Boston e devem regressar a Lisboa num avião que está a fazer o percurso Lisboa-Boston”, disse a mesma fonte, salientando que o regresso a Portugal está marcado para as 18h30.

A TAP inaugurou no sábado passado uma ligação aérea entre Lisboa e Boston, tratando-se do mesmo avião que sofreu na segunda-feira à noite uma avaria.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

De acordo com o jornal Expresso, a nova rota diária da companhia aérea portuguesa, a par dos voos diretos para Nova Iorque a partir de 01 de julho, permitirá aumentar a oferta da TAP para 30 voos semanais entre Portugal e os EUA.

O voo inaugural para Boston contou com a presença do presidente executivo da TAP, Fernando Pinto, e o embaixador dos Estados Unidos em Portugal, Robert Sherman.

O avião partiu às 14h25 do Aeroporto da Portela, para aterrar pela primeira vez no Aeroporto Internacional de Logan, em Boston, pelas 17h00 (hora local), onde aguardava David Neeleman, acionista do consórcio vencedor da privatização da TAP, assim como representantes da comunidade portuguesa.

As novas rotas são asseguradas por aviões Airbus A330 provenientes da Azul – Linhas Aéreas, propriedade do acionista da TAP David Neeleman.