• Um sírio de 27 anos fez-se explodir junto na cidade alemã de Ansbach, no sul da Alemanha. O atentado ocorreu às 22h00 perto de um bar no centro da cidade, o Eugens Weinstube.
  • A explosão ocorreu a pouca distância de um festival de música no qual o refugiado de 27 anos fora impedido de entrar.
  • A bomba era transportada numa mochila carregada com peças de metal e poderia ter morto muitas pessoas. Não é no entanto claro se o bombista pretendia deixá-la num lugar para que explodisse e causasse o maior dano possível ou se se tratava mesmo de um bombista suicida.
  • O ministro do Interior da Baviera não descartou a hipótese de se existirem motivações islamitas, mas essa informação ainda não foi confirmada, nem infirmada, pela polícia.
  • O refugiado sírio vira ser-lhe recusado um visto de asilo e já estivera em hospitais com problemas psiquiátricos.
  • Inicialmente a polícia pensou tratar-se de uma explosão de gás e provocou pânico entre as cerca de 2.500 pessoas que assistiam ao festival de música.
  • A polícia já está a proceder a buscas no centro em que o refugiado estava alojado.