Tem acesso livre a todos os artigos do Observador por ser nosso assinante.

Tal como a pele humana, também a pintura dos automóveis tem que receber os cuidados necessários para poder resistir aos elementos. Nomeadamente ao sol, e aos tão nocivos raios ultravioleta (UV). Mas não seria prático aplicar, regularmente, protector solar em todos os painéis exteriores do seu veículo…

Aproveitando o Verão e as altas temperaturas que se fazem sentir, a Nissan decidiu, pela primeira vez, revelar quais os principais atributos das pinturas aplicadas nos seus crossovers. E, inclusivamente, qual a sua resistência aos UV.

Traduzindo por miúdos: desde logo, as pinturas do Juke, do Qashqai e do X-Trail são do tipo multicamada, o que, naturalmente, já lhes confere uma apreciável resistência para lidar com as mais elevadas temperaturas, em qualquer ponto do globo. Mas há mais: ao sujeitarem os painéis pintados dos seus crossovers a um teste que prevê uma incidência de 500 Watt de luz UV por metro quadrado (10 vezes superior à da luz natural do sol), e sabendo-se que um creme protector com factor SPF 50 mantém a pele humana ao abrigo dos malefícios da luz solar, os técnicos da marca japonesa estão em condições de afirmar que as tintas utilizadas pela Nissan possuem um factor de protecção solar equivalente a… SPF 500!

Tudo isto é possível graças à nova câmara de teste ambiental, recentemente inaugurada pela Nissan no seu Centro Técnico Europeu situado em Cranfield (Reino Unido), e avaliada em nada menos do que 1,6 milhões de euros. Aqui, é possível recriar, em poucas semanas, muito anos de exposição aos raios UV, por via do recurso a lâmpadas de alta tecnologia capazes de emitir 92.000 Watt de calor intenso (o que correspondente a 2300 lâmpadas de 40 Watt). Para além de que o habitáculo dos modelos aí testados atinge uma temperatura interior de nada menos do que 120º C. Existindo ainda a possibilidade de sujeitar os veículos a temperaturas negativas de -50º C.

Em termos práticos, o que se pretende garantir é que os crossovers japoneses absorvem com a mesma facilidade a luz do sol, tanto no Verão como nos mais rigorosos Invernos da Europa do norte. E como, para além da tinta, também os plásticos interiores e os revestimentos dos bancos são testados com luz UV, está à partida garantida a resistência total aos malefícios da luz solar. A fazer fé na Nissan, durante toda a via útil dos seus crossovers.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR