A Guarda Nacional Republicana deteve mais de duzentas pessoas durante o último fim-de-semana, a maioria das quais por condução sob efeito do álcool ou por conduzirem sem carta.

A nota sobre a atividade operacional da GNR dos últimos dias em todo o país refere que foram detidos em flagrante delito 214 pessoas, entre elas 119 por condução sob efeito de álcool, 30 por condução sem habilitação legal, 24 por tráfico de estupefacientes e 16 por posse ilegal de arma.

Quanto ao material apreendido, a GNR dá conta de 795 doses de haxixe, 115 doses de heroína, 41 doses de cocaína e três plantas de canábis. Foram também apreendidas três armas de fogo, 16 armas brancas e mais de 600 euros em dinheiro.

No que se refere à fiscalização rodoviária, a GNR detetou mais de duas mil infrações, sendo 629 por excesso de velocidade, 344 por condução com taxa de alcoolemia superior ao permitido, 106 por falta ou má utilização do cinto de segurança ou de cadeiras para crianças, 89 por falta de inspeção obrigatória e quase 50 por uso do telemóvel durante a condução.