Hoang Nam, chefe do Departamento de Negócios Estrangeiros na província de Quang Tri, a 480 quilómetros a sul da capital do Vietname, Hanói, afirmou que mais de 83% das terras da província têm minas e explosivos, citado pela rádio estatal VOV.

Desde que a Guerra do Vietname acabou, em 1975, a província de Quang Tri – onde foi criada a zona desmilitarizada que separou o Vietname do Norte do Vietname do Sul durante o conflito norte-americano-vietnamita – registou mais de 8.500 vítimas das minas e explosivos, mais de 30% dos quais envolvendo crianças, disse Hoang Nam.

Ao longo dos últimos 20 anos, organizações não-governamentais internacionais realizaram operações de desminagem em mais de 116 milhões de hectares de terras altamente contaminadas, desativando com segurança 600 mil bombas e explosivos de todos os tipos em Quang Tri, explicou ainda o mesmo responsável.