Antes de chegar à produção em série, qualquer automóvel moderno é sujeito a uma verdadeira bateria de testes, destinados a aferir das suas capacidades para cumprir com aquilo que lhe está destinado. No caso do Ateca, uma das provas mais exigentes que o primeiro SUV da Seat teve de superar implicou percorrer 25 mil km na zona desértica do sul de Espanha, ao longo de três semanas, onde as temperaturas chegam a atingir os 45°C… à sombra!

A operação envolveu nada menos do que meia centena de engenheiros da marca de Martorell, 40 unidades do modelo e 80 diferentes testes. O objectivo? Garantir a fiabilidade do Ateca em qualquer circunstância, mesmo as mais extremas. Numa das mais difíceis provas de resistência do mundo para um automóvel.

Entre as mais significativas avaliações efectuadas ao Ateca encontram-se o teste de tracção e de descida, que avalia o desempenho do controlo de tracção, assim como do sistema de controlo de descidas HDC em declives de 35%, e também o teste de reboque, destinado a comprovar a eficácia do Trailer Stability Program – sistema que visa manter a estabilidade do veículo quando reboca um atrelado.

O SUV espanhol foi igualmente submetido ao teste Klapper, pois, como um automóvel actual é, por norma, composto por mais de 3000 peças, importa garantir que todos os componentes estão devidamente montados, não sendo fonte de ruídos parasitas e incómodos para quem segue a bordo, independentemente do tipo de piso sobre o qual se circula.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

Mais relacionados com o carácter SUV do Ateca, o teste de resistência ao pó (o veículo testado é precedido de um outro, numa estrada de terra, para enfrentar uma nuvem de pó que põe à prova a resistência do filtro de ar de admissão) e o teste de gravilha (condução em percurso específico de gravilha durante 3000 km, para análise do impacto de objectos nas zonas de protecção, nomeadamente o interior dos guarda-lamas, secção inferior do chassi e superfícies internas e externas dos pára-choques, de modo a garantir que todos estes elementos estão aptos a enfrentar o período de vida útil do veículo).

Após um mês de duras provas e mais de 80 verificações efectuadas, em que os veículos foram testados em todas as suas configurações, era tempo de seguir para os testes de Inverno. Para uma melhor noção do que tudo isto implica, nada melhor do que ver o vídeo que ilustra esta decisiva etapa do desenvolvimento do Ateca.