A região da Escandinávia e do Leste europeu são os principais beneficiários do alargamento do sistema OnStar no Velho Continente, e que passa a contemplar 18 países adicionais, passando a funcionar num total de 19 idiomas. A operar em Portugal há já algum tempo, o OnStar também passa a oferecer no nosso país, a par da Áustria, da França e da Irlanda, o serviço WI-FI 4G LTE de ligação à Internet, à semelhança do que já acontecia com a Alemanha, Espanha, Holanda e Reino Unido.

Esta funcionalidade opera, no fundo, como um hotspot, que permite ligar à Internet até sete dispositivos móveis que sigam a bordo do veículo, e que em Portugal oferece um período de experimentação gratuita de três meses ou de 3 GB (o que ocorrer primeiro). Ultrapassada a fase da experimentação, são disponibilizados ao utilizador pela Vodafone (parceiro de telecomunicações da Opel Portugal no OnStar, que assegura o serviço de dados móveis) três planos de assinatura: “Plano Diário” (concebido para viagens únicas, inclui 24 horas de utilização ou 5 GB, por 5€, ou tráfego ilimitado no mesmo período por 15€), “Plano Mensal” (28 dias de utilização, incluindo 5 GB de dados por 10€, ou 10 GB de dados por 20€) e “Plano Anual” (12 meses de utilização e 50 GB de tráfego por 150€).

Disponível em todos os automóveis de passageiros comercializados pela Opel, o OnStar é incluído de série nas suas versões mais equipadas, e proposto nas restantes, como opção, por 490€. Entre as suas principais valências, referência para a resposta automática em caso de colisão, para a assistência de emergência 24 horas e para a assistência em viagem e em caso de furto.

A app para smartphone e o descarregamento de destinos directamente para o sistema de navegação não têm custos no primeiro ano utilização, após o que a assinatura anual dos serviços OnStar orça em de 99,50€. Já o serviço de diagnóstico mensal, e o respectivo envio por e-mail, está disponível durante mais quatro anos, sem custos.