Portugal registou a terceira maior descida (-2,2%) da produção no setor da construção em setembro, face a agosto, indicador que recuou também na zona euro (-0,9%) e nos 28 países da União Europeia (UE -0,3%), segundo o Eurostat.

Já face a setembro de 2015, a produção no setor da construção aumentou 1,8% na zona euro mas recuou 0,2% na UE, tendo-se mantido inalterada em Portugal (0,0%).

Segundo o gabinete oficial de estatísticas da UE, na variação em cadeia (face a agosto), a Itália (-3,9%), a Eslováquia (-3,1%) e Portugal (-2,2%) tiveram as maiores quebras na produção no setor da construção, enquanto a Eslovénia (4,0%), a Polónia (3,3%) e a Suécia (3,1%) registaram as subidas mais significativas.

Face ao mês homólogo de 2015, as maiores subidas observaram-se na Holanda (7,8%), na Suécia (6,1%) e em Espanha (3,9%) e as principais quebras na Eslováquia (-17,9%), na Polónia (-16,1%) e na Hungria (-13,2%).