O discurso do futuro 45º presidente dos Estados Unidos, por ocasião do Dia de Ação de Graças, apelou à união, defendendo que é “tempo de restaurar as ligações de confiança entre cidadãos”. Donald Trump citou ainda Abraham Lincoln, que nos seus tempos apelou ao povo para que tivesse apenas “uma voz” e “um coração”.

“Somos muito abençoados por chamar casa a esta nação”, começou por dizer, num vídeo publicado na sua conta oficial no Twitter. “É onde criamos as nossas famílias, tomamos conta de quem gostamos, olhamos pelos nossos vizinhos e vivemos os nossos sonhos. As minhas preces para este Ação de Graças é que saremos as divisões e avancemos como um país, fortalecido por causas partilhadas e muito, muito resoluto.”

E continuou, citando Abraham Lincoln: “Uma voz, um coração. (…) É isso mesmo que temos de fazer. Acabámos agora uma longa campanha que deixou feridas, emoções cruas e tensões que não se curam de um dia para o outro. Temos a hipótese agora de fazermos História juntos, para trazer uma verdadeira mudança a Washington, e segurança e prosperidade à nossa comunidade. É tempo de restaurar as ligações de confiança entre cidadãos.”