A cantora norte-americana Lady Gaga afirmou que foi violada aos 19 anos e que, desde aí, sofre de stress pós traumático. A revelação foi feita durante uma visita que a artista fez a uma instituição de jovens LGBT, no passado mês de novembro, conta a BBC. A cantora terá dado uma entrevista, após a visita, onde afirmou que sofria desta perturbação e que, até então, nunca o tinha contado a ninguém. Lady Gaga tem agora 30 anos.

Ainda que tenha sido tornado público, há cerca de dois anos, que a cantora havia sido violada quando tinha 19 anos, nunca se tinha falado deste transtorno. Lady Gaga, na altura, chegou também a afirmar que durante sete anos não contou a ninguém que tinha sido violada porque se sentia culpada.

Durante a sua visita à instituição Ali Forney Centre, em Nova Iorque, Lady Gaga contou aos adolescentes gays, lésbicas e transexuais que foi o seu trauma que a ajudou a entender melhor os outros. Disse ainda que foi o carinho dos seus familiares e amigos que lhe salvou a vida.

Lady Gaga, na sua página de Twitter, publicou o seu vídeo na instituição e escreveu:

“Hoje partilhei com o mundo um dos meus maiores segredos. Os segredos fazem-nos viver doentes de vergonha”

Os fãs agradeceram a partilha genuína da cantora e contaram também algumas das suas experiências, nos comentários do seu Tweet.