Donald Trump anunciou este sábado que vai extinguir a sua polémica fundação, a Trump Foundation, que está sob investigação pela justiça norte-americana desde o início do ano, mas a fundação não pode ser extinta enquanto estiver sob investigação.

Em comunicado, depois de o jornal New York Times avançar com a notícia, o presidente eleito dos Estados Unidos diz que, apesar de considerar que a fundação fez muitas coisas boas ao longo dos anos e que contribuiu com milhões de dólares para organizações merecedoras, quer evitar qualquer conflito de interesses.

“Para evitar até a ideia de qualquer conflito com o meu papel como presidente, decidi continuar a perseguir o meu forte interesse em filantropia de outras formas”, disse Donald Trump, num comunicado enviado à imprensa.

A fundação de Donald Trump tem estado envolvida em polémica devido a uma investigação aberta pela procuradoria-geral de Nova Iorque, que está a investigar um donativo dado em 2013 pela fundação a um grupo que apoiava a então procuradora-geral da Florida, Pam Bondi.

O donativo, de 25 mil dólares, foi dado numa altura em que o gabinete de Pam Bondi estava a ponderar abrir uma investigação por fraude contra a universidade de Trump. A investigação nunca avançou.

A extinção da fundação não pode avançar enquanto esta estiver sob investigação, de acordo com a justiça norte-americana.

“A Fundação Trump ainda está sob investigação por este gabinete e não pode ser dissolvida legalmente até a investigação estar terminada”, afirmou uma porta-voz da procuradoria-geral de Nova Iorque.