480kWh poupados com o Logótipo da MEO Energia Logótipo da MEO Energia
i

A opção Dark Mode permite-lhe poupar até 30% de bateria.

Reduza a sua pegada ecológica.
Saiba mais

Logótipo da MEO Energia

Adere à Fibra do MEO com a máxima velocidade desde 29.99/mês aqui.

Descarrilamento em Brooklyn. Número de feridos aumentou para 103

Este artigo tem mais de 5 anos

Um comboio embateu na plataforma da estação de Brooklyn, ferindo 103 pessoas. Não há mortos confirmados. O trânsito adensou-se em Nova Iorque e o metro também está com atrasos.

i

Twitter

Twitter

Tem acesso livre a todos os artigos do Observador por ser nosso assinante.

Um comboio dos Caminhos de Ferro de Long Island descarrilou dentro da estação terminal de Atlantic, em Brooklyn (Nova Iorque) na hora de ponta da manhã desta quarta-feira. O acidente provocou pelo menos 103 feridos ligeiros confirmados pelos bombeiros locais. As autoridades dizem que o comboio, onde seguiam 600 passageiros, entrou pela estação e embateu na plataforma. Não haverá vítimas mortais, indicam os bombeiros.

De acordo com Andrew Cuomo, governador de Nova Iorque, o comboio não estaria em excesso de velocidade mas não terá travado quando se aproximou da estação, conta a ABC News. Já foram abertas investigações para apurar as causas do acidente, o que levou ao encerramento das linhas 5 e 6 da estação, as mais afetadas pelo acidente.

As fotografias nas redes sociais mostram um comboio fora da linha de ferro, várias janelas e portas partidas, alguns bancos caídos no chão e estilhaços de madeira espalhados pela plataforma. Em algumas imagens parece haver fumo na plataforma e pessoal de emergência a acudir as pessoas que seguiam no comboio. Os passageiros têm dito à comunicação social que ouviram um embate e que as portas do comboio abriram logo a seguir ao acidente. A empresa a quem pertence o comboio informou os utilizadores que há atrasos nas viagens “por causa de um acidente” pode ler-se no Twitter. O metropolitano da cidade também está com atrasos.

Há quatro meses, um comboio da NJ Transit descarrilou na estação terminal Hoboken em Nova Jérsia. Uma mulher morreu e outras 100 pessoas ficaram feridas. O relatório do acidente indicou que o comboio acelerou para o dobro da velocidade máxima permitida quando se aproximou da estação, levando ao descontrolo do aparelho, que também embateu na plataforma. Foi apurado que o motorista do comboio sofria de apneia do sono e que terá tido um ataque enquanto conduzia , dai não ter memória do acidente.

A página está a demorar muito tempo.

Ofereça este artigo a um amigo

Enquanto assinante, tem para partilhar este mês.

A enviar artigo...

Artigo oferecido com sucesso

Ainda tem para partilhar este mês.

O seu amigo vai receber, nos próximos minutos, um e-mail com uma ligação para ler este artigo gratuitamente.

Ofereça artigos por mês ao ser assinante do Observador

Partilhe os seus artigos preferidos com os seus amigos.
Quem recebe só precisa de iniciar a sessão na conta Observador e poderá ler o artigo, mesmo que não seja assinante.

Este artigo foi-lhe oferecido pelo nosso assinante . Assine o Observador hoje, e tenha acesso ilimitado a todo o nosso conteúdo. Veja aqui as suas opções.

Atingiu o limite de artigos que pode oferecer

Já ofereceu artigos este mês.
A partir de 1 de poderá oferecer mais artigos aos seus amigos.

Aconteceu um erro

Por favor tente mais tarde.

Atenção

Este artigo só pode ser lido por um utilizador registado com o mesmo endereço de email que recebeu esta oferta.
Para conseguir ler o artigo inicie sessão com o endereço de email correto.