Marcelo Rebelo de Sousa foi eleito Presidente da República há exatamente um ano e, apesar de só ter tomado posse a 9 de março, hoje é dia de felicitações. Começou com o primeiro-ministro António Costa, que de manhã cedo deixou uma mensagem na sua página oficial do Twitter de “parabéns caro Professor”. As felicitações prosseguiram com o presidente da Assembleia da República, Eduardo Ferro Rodrigues, que deixou na página do Parlamento uma “nota pública de felicitações”.

“Faz hoje precisamente um ano que o Professor Doutor Marcelo Rebelo de Sousa foi eleito Presidente da República. Já tive oportunidade de o felicitar, mas quero dar nota pública dessas felicitações”, começa por dizer Ferro Rodrigues, numa nota que se faz acompanhar de uma fotografia tirada quando o então presidente eleito — mas ainda não empossado — foi fazer uma visita oficial de cumprimentos ao presidente da Assembleia da República. Não é habitual estas visitas de cumprimentos aconteceram antes da tomada de posse.

Num texto elogioso, o socialista Ferro Rodrigues escreve que “se Portugal é hoje um exemplo raro de estabilidade política e coesão nacional, no respeito pelos compromissos europeus”, essa estabilidade “deve-se ao esforço de muitas pessoas e de muitas instituições, à cabeça das quais devemos colocar o atual Presidente da República”.

Reconhecendo que na qualidade de presidente da Assembleia da República não lhe compete apoiar candidatos presidenciais, Ferro não se poupa nos elogios. “Um ano depois, não hesito em reconhecer que a excelente cooperação institucional estabelecida entre Presidente da República e Assembleia da República tem sido acompanhada por excelentes relações pessoais, sempre importantes para a facilitação da cultura de diálogo estratégico que os portugueses esperam dos órgãos de soberania”, escreve.

Já antes, pelas 7h30 desta manhã, o primeiro-ministro, António Costa, tinha deixado uma mensagem de parabéns ao “Professor” no Twitter: “Parabéns Caro Professor, as maiores felicidades Senhor Presidente da República”.