480kWh poupados com o Logótipo da MEO Energia Logótipo da MEO Energia
i

A opção Dark Mode permite-lhe poupar até 30% de bateria.

Reduza a sua pegada ecológica.
Saiba mais

Logótipo da MEO Energia

Adere à Fibra do MEO com a máxima velocidade desde 29.99/mês aqui.

Lembra-se da menina do Titanic? Veja como está agora

Este artigo tem mais de 5 anos

Está a fazer 20 anos que Leonardo DiCaprio lhe chamou 'a sua menina favorita'. Passados todos estes anos, Alexandrea Owens-Sarno continua a ser reconhecida na rua pelo seu papel no filme Titanic.

Passados 20 anos, Alexandrea continua a receber carinhos dos seus fãs sobre o seu papel no Titanic
i

Passados 20 anos, Alexandrea continua a receber carinhos dos seus fãs sobre o seu papel no Titanic

Passados 20 anos, Alexandrea continua a receber carinhos dos seus fãs sobre o seu papel no Titanic

Tem acesso livre a todos os artigos do Observador por ser nosso assinante.

O filme Titanic completa este ano o seu vigésimo aniversário e as personagens Rose e Jack continuam vivas na memória de várias gerações. Mas não são os únicos. Alexandrea Owens-Sarno, agora com 28 anos, fez o papel de Cora Cartmell, a menina de oito anos que teve sorte de dançar com Leonardo DiCaprio.

Depois das filmagens com James Cameron, a jovem decidiu dedicar a sua vida à representação, conta o El Español.

Alexandrea faz televisão, com algumas participações em séries humorísticas, e também escreve: tem um livro publicado. Mas, passados 20 anos, ainda continua a ser reconhecida na rua como a menina que dançou com DiCaprio e que, até, teve direito à frase: ”Tu ainda és a minha miúda favorita, Cora”.

Nas suas redes sociais, Alexandrea mostra as suas habilidades no ioga, mostra como se diverte com os amigos e como gosta de passear ao ar livre. A jovem frequenta ainda aulas de teatro.

Mostra ainda o quão bem se recorda do seu papel e dos protagonistas com quem contracenou.

Mail day! #alexandreaowens #alexowenssarno #coracartmell #titanic #actorslife #actress #hollywood #LA #autograph

Uma publicação partilhada por Alex Owens-Sarno (@alexowenssarno) a

A página está a demorar muito tempo.

Ofereça este artigo a um amigo

Enquanto assinante, tem para partilhar este mês.

A enviar artigo...

Artigo oferecido com sucesso

Ainda tem para partilhar este mês.

O seu amigo vai receber, nos próximos minutos, um e-mail com uma ligação para ler este artigo gratuitamente.

Ofereça artigos por mês ao ser assinante do Observador

Partilhe os seus artigos preferidos com os seus amigos.
Quem recebe só precisa de iniciar a sessão na conta Observador e poderá ler o artigo, mesmo que não seja assinante.

Este artigo foi-lhe oferecido pelo nosso assinante . Assine o Observador hoje, e tenha acesso ilimitado a todo o nosso conteúdo. Veja aqui as suas opções.

Atingiu o limite de artigos que pode oferecer

Já ofereceu artigos este mês.
A partir de 1 de poderá oferecer mais artigos aos seus amigos.

Aconteceu um erro

Por favor tente mais tarde.

Atenção

Este artigo só pode ser lido por um utilizador registado com o mesmo endereço de email que recebeu esta oferta.
Para conseguir ler o artigo inicie sessão com o endereço de email correto.