O chefe da diplomacia Augusto Santos Silva e o ministro da Defesa Azeredo Lopes representam Portugal esta segunda-feira, em Bruxelas, num Conselho de Negócios Estrangeiros no qual os 28 vão debater a estratégia global de segurança da União Europeia. O Conselho tem início com uma sessão conjunta entre ministros dos Negócios Estrangeiros e da Defesa, que deverão discutir e dar “luz verde” à criação de uma célula de planificação de operações militares, uma estrutura a desenvolver no quadro do serviço europeu de ação externa, com um centro de comando próprio em sede do Comité Político e de Segurança.

Depois da reunião conjunta, os chefes de diplomacia da UE vão discutir diversos temas das relações externas, começando pelas relações transatlânticas, com a Alta Representante para os Negócios Estrangeiros Federica Mogherini a dar conta aos 28 dos recentes encontros mantidos em Washington com a nova administração norte-americana.

Entre outros assuntos em agenda, os 28 vão discutir uma vez mais o conflito na Síria, à luz da preparação da Conferência de Bruxelas e da estratégia da UE para aquele país, o processo de paz no Médio Oriente e, antecedendo a cimeira de chefes de Estado e de Governo que se realiza em Bruxelas entre quinta e sexta-feira próximas, os planos para travar a imigração ilegal a partir do norte de África.