A alta representante da União Europeia para a Política Externa Federica Mogherini expressou solidariedade para com o Japão e Coreia do Sul pelos disparos de quatro mísseis balísticos de Pyongyang que considera uma grave ameaça à segurança mundial. “Tudo isto mostra, mais uma vez, que as ameaças à segurança que o mundo enfrenta são graves e que se exige da União Europeia garantias de segurança e de confiança não só para com os nossos vizinhos mas também em locais longínquos”, afirmou Mogherini à chegada à reunião dos ministros dos Negócios Estrangeiros que se realiza esta segunda-feira em Bruxelas.

A alta representante disse também que a União Europeia expressa solidariedade para com o Japão e a Coreia do Sul.

A Coreia do Norte lançou esta segunda-feira quatro mísseis balísticos com um raio de ação de mil quilómetros e que caíram no Mar do Japão, na Zona Económica Especial japonesa. Os disparos norte-coreanos realizaram-se às 7h06 locais (22h36 de domingo em Lisboa). O lançamento foi efetuado na base de Dongchang-ri, no norte do país, junto à costa, segundo informações que estão a ser difundidas pelo governo de Seul.

Trata-se do segundo ensaio militar com mísseis balísticos efetuado pela Coreia do Norte desde 12 de fevereiro, altura em que o líder Kim Jong-un anunciou que Pyongyang estava a ultimar o desenvolvimento de um ICBM – uma nova arma que pode atingir território norte-americano.