A escola EB1 nº77 da Musgueira, no Lumiar, foi invadida por um grupo que a vandalizou usando extintores de incêndio. Na sequência desta ação, o INEM foi chamado para prestar assistência a pessoas que estavam no interior da escola.

O departamento de relações públicas do Comando Metropolitano de Lisboa da PSP confirmou ao Observador que as autoridades foram chamadas à escola durante a manhã. No local, encontraram quatro extintores vandalizados. A direção da escola apurou que não havia condições para manter as crianças no seu interior e por isso os pais foram chamados à escola para irem buscar os seus filhos.

Duas funcionárias foram afetadas pelo pó dos extintores. Uma delas recebeu assistência no local pelo INEM e outra foi transportada para o hospital de Santa Maria. Os bombeiros estão já a proceder aos trabalhos de ventilação do local.

Não há confirmação de que a escola venha a abrir hoje, cabendo essa decisão à direção. A escola recusa-se a prestar declarações e está a acompanhar de perto a investigação com a Polícia.

[em atualização]