Netflix

Vinte anos depois da morte da Rainha da beleza infantil, Netflix lança documentário

292

JonBenét foi uma criança que reinou nos concursos de beleza, mas sofreu uma morte trágica. "Casting JonBenét" é o novo documentário da Netflix que recupera um dos crimes mais mediáticos dos EUA.

O assassinato da "rainha" da beleza infantil tornou-se um dos mais mediáticos dos EUA, sendo apenas superado pelo de O. J. Simpson.

Daily Record

JonBenét foi uma criança que se destacou nos concursos de beleza infantil e que apaixonou os norte-americanos, mas que sofreu uma morte trágica. O crime, um dos mais mediáticos dos Estados Unidos da América (EUA), é agora explicado num documento da Netflix: “Casting JonBenét”.

A pequena JonBenét era uma criança que não passava despercebida aos concursos de beleza infantil, não tivesse herdado a proeza de sua mãe, também ela, a seu tempo, modelo infantil. Porém, o brilho que resplandecia foi apagado bruscamente depois de ter sido encontrada morta no sótão de sua casa, com apenas seis anos de idade.

O assassinato da “rainha” da beleza infantil tornou-se um dos mais mediáticos dos EUA, sendo apenas superado pelo mediatismo do julgamento de O.J. Simpson.

Os pais ligaram para a polícia após encontrarem uma carta de sequestro que dizia. “Temos a vossa filha. Não liguem para a polícia”. Após oito horas de buscas e investigação ao pormenor, o pai de JonBenét Ramsey, John Ramsey, encontrou o corpo da sua filha coberto com uma manta. Tinha sido asfixiada e apresentava um grande golpe na cabeça.

Teorias diversas se desenrolaram em volta das perguntas que ficavam por responder. O caso foi encerrado sem se conhecer o assassino da pequena JonBenét Ramsey.

A Netflix puxa agora de novo para a ribalta o caso que há 20 anos abalou os norte-americanos. O documentário, que é dirigido pela australiana Kitty Green, não pretende resolver a história, mas sim mostrar todas as teorias e juízos envolventes, uma ” deliberada provocação sobre a noção de verdade que se vive na era dos media”, como se lê no The Guardian.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)